sábado, 25 de outubro de 2014

Elizabete, eterna criança que embala com sonhos as famosas coxinhas

Notícia publicada na edição de 24/10/14 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 003 do caderno Ela
Leila Gapy

ANÔNIMOS SOCIEDADE PÚBLICA


Numa terra encantada, fadas, madrinha e princesa escreveram uma história motivadora




 
Elizabete e dona Iolanda, moram juntas, finalmente, desde janeiro passado. - Alessandro Paiva


Era uma vez, um reino encantado chamado Céu, tinha anil predominante, nuvens de algodão-doce e estrelas de açúcar cristal. Fadas e duendes reinavam por lá. Passavam os dias dançando ao som das músicas do universo. Mas a cada novo ano havia a temporada de frio. Então as fadas reuniam-se em torno do feixe de luz matinal e escolhiam um anjo para enviar à Terra para, pelo menos assim, aquecer os corações dos humanos - a quem zelavam.

Foi no outono de 1996, que a fada Atrapalhada, recém-designada ao ofício, enviou o anjo Elizabete Marques para Terra. Míope e desajeitada, acelerou a velocidade e, por consequência, errou o destino, fazendo-a alargar o sorriso com a queda (o que depois os humanos deram o nome de fissura labiopalatal) e por fim cair num lar sofrido e desestruturado de Salto de Pirapora. Desesperada e com medo que o equívoco causasse confusão, Atrapalhada soltou do Céu uma flecha de amor.

Acertou em cheio o coração daquela que dois anos depois - e daí por toda a vida - seria na Terra a madrinha do anjo Elizabete, dona Iolanda Venceslau - uma paranaense que tinha acabado de mudar-se para Votorantim e que, por conta da flechada, optou por passar a própria vida cuidando e ajudando os anjos perdidos da Terra a encontrar um lar carinhoso. Como previsto, Elizabete nasceu princesa. Mas foi negligenciada até completar dois anos, quando Atrapalhada jogou uma poção mágica na casa que a menina habitava.

"Abracadabra! Não! É plém, plém, plém: Elizabete, agora você vai para a Casa de Belém", determinou a fada. E a princesinha foi abrigada na entidade votorantinense onde Iolanda trabalhava e trabalha, até hoje, cuidando de anjos que procuram um lar. "Ufa! Agora eu posso descansar! Até que enfim a madrinha Iolanda conheceu o anjo da "Bete"", gritou a fada do Céu. Foi então que dona Iolanda cuidou da menininha magrinha, desnutrida e com o sorriso rasgado. E foi esse mesmo sorriso largo, fácil e genuíno que roubou o coração da madrinha.

Viveram as duas, felizes e contentes por 11 anos no abrigo - período em que Iolanda percebeu o atraso mental da menina, causado pela negligência na alimentação e nos seus cuidados com a fenda profunda no céu da boca. "Elizabete fez cirurgias, não para encurtar o sorriso, mas para alimentar-se melhor. Não sei se foi por isso, pela cicatriz ou pelo atraso, mas não foi adotada. Às vezes acho que atrapalhei a adoção dando amor demais. Ela não queria ir com ninguém", conta Iolanda. É que Elizabete bem que tentou. Ficou oito meses com uma família substituta. Mas não conseguiu adaptar-se e voltou.

A fada Atrapalhada, lá do Céu, comemorava. "Está tudo dando certooo", cantarolava. Quando a fada-mãe Certona a viu saltitante, interessou-se pelo motivo da alegria. Atrapalhada não conseguiu mentir! Certona resolveu então remediar e provocou no coração da Justiça o retorno de Elizabete ao lar de origem. "Atrapalhada, não se culpe. Você não é a primeira fada a errar. Se não deu certo nesta, dará na próxima", afirmou. A princesa então voltou para o lar onde nasceu.

Mas Atrapalhada (apesar de atrapalhada) era perfeccionista e sabia que aquilo não ia dar certo e não cochilou. Deitava nas nuvens da ponta do Céu e empurrava as estrelas de açúcar só para enxergar melhor o lar do seu primeiro anjo enviado à Terra. E princesa-adolescente foi negligenciada novamente, apanhava constantemente. Sofrimento que durou cinco anos. A fada adoeceu ao sentir-se fracassada. Desesperada, a fadinha Novidade correu avisar a fada-mãe Certona. "Fada, por favor, ajude Atrapalhada, a luz interna dela morrerá de tanta tristeza. Seu anjo na Terra sofre demais", falou chorando e causando chuva no planeta inteiro.

Certona foi até a nuvem da ponta do Céu e viu Atrapalhada e sem forças. "Fiz tudo errado, fada-mãe. Elevei a velocidade, a menina ainda tem o sorriso parcialmente rasgado. Errei o destino, ela está triste. Precisa de carinho. Acertei o coração da madrinha, que agora ruma sempre de Votorantim para Salto de Pirapora para reivindicar o amor da princesa. Mas só dá em confusão. E agora?", apelou. Certona deitou-se ao seu lado e observou. Verificou a confusão. Refletiu e levantou-se.

"Fada Atrapalhada, embora errar seja humano, nós também não somos perfeitas - só de coração. Errar faz parte da jornada, serve-nos de aprendizado. E é nobre reconhecer e esforçar-se para consertar. Vou mandar uma flecha no coração da família de origem do anjo. Eles cederão à madrinha Iolanda e deixarão Elizabete partir com ela", garantiu. Certona subiu na nuvem mais alta, reuniu todas as fadas do Céu e juntas soltaram todas as flechas de amor que tinham. "Amar é deixar livreeeeee", invocavam. Neste dia, o pai biológico de Elizabete chamou Iolanda e disse: "A senhora quer ficar com ela? Ela é mais sua que minha. E te ama".

A princesa e a madrinha sorriram, abraçaram-se e partiram, felizes. Mas como nem tudo é perfeito na Terra, dona Iolanda reiniciou sua jornada junto de Elizabete a duras custas, numa família simples, composta por ela, o marido e quatro filhos. Ainda assim, a princesa-mulher, de 18 anos, mas com coração de criança, retomou os cuidados médicos. Atrapalhada deu uma forcinha e ajeitou as coisas na Associação dos Fissurados Labiopalatais de Sorocaba e Região (Afissore), que por sua vez, disponibilizou terapia semanal.

Elizabete recuperou a autoestima, a dignidade, aprendeu a andar de ônibus e arranjou um emprego numa padaria conhecida de Sorocaba. "Eu sou profissional. Organizo tudo, limpo. Finalizo os salgados", detalha a princesa-menina-mulher. "Ai, que alegria! Ela finaliza a coxinha mais famosa da cidade! Que vontade que dá!", comemorou Atrapalhada, dançando com a fadinha Novidade. Certona as viu de longe e espiou a terra. Viu que Elizabete ainda precisa aprender a se cuidar. Princesa-moleca, apaixona-se fácil, se expõe demais nas redes sociais e preocupa a madrinha.

"Tenho que vigiar dia e noite. Elizabete é boa menina. Mas é preguiçosa, precisa voltar a estudar. Tudo tenho que brigar para ela fazer", Certona ouviu dona Iolanda dizer. Apesar disso, a fada-mãe verificou que o índice de felicidade do anjo está elevado, e que por fim, Atrapalhada atingiu seu objetivo. O anjo aqueceu o coração de muitos humanos. Tanto é que a princesa Elizabete, que adora sertanejo, enquanto embala as coxinhas famosas sonha em um dia ser advogada: "Para defender os inocentes e prender os que batem", argumenta.

É por isso que recentemente, Certona promoveu Atrapalhada à fada Encantada, que sorriu com o reconhecimento. Ela sabe que terá que mandar várias flechas de paciência e saúde à Iolanda, mas pelo menos as flechas de amor e doçura já podem ser distribuídas para outras famílias humanas, porque na dos Venceslau já tem de sobra.

(Anônimos Sociedade Pública é uma série mensal de matérias que tem como objetivo contar histórias de pessoas anônimas da sociedade civil. As publicações ocorrem sempre na última sexta-feira do mês, neste mês de outubro, excepcionalmente, na penúltima. Sugestões de personagens envie para o e-mail: leila.gapy@jcruzeiro.com.br).

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

TV Votorantim – Erica Domingues – Festival Abaporu acontece neste sábado no Dominguinho

TV Votorantim – Erica Domingues – Transporte público terá mais ônibus circulando no dia das Eleições

Samu-192 treina profissionais de saúde sobre imobilizações

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) de Votorantim deu início esta semana a um ciclo de treinamento e atualização sobre imobilizações em atendimentos de urgência e emergência para os profissionais que atuam na rede municipal de saúde. A proposta é esclarecer dúvidas, disseminar os protocolos de atendimento e ampliar o preparo dos profissionais para a avaliação de pacientes e os primeiros cuidados até a chegada da equipe do Samu-192.

"Para um paciente em situação de emergência, o tempo é fundamental para evitar sequelas e até para manter a vida. Com as equipes das unidades cientes dos protocolos e preparadas para a imobilização, mais rápido pode ser o atendimento realizado pelo Samu e a transferência", comentou a enfermeira coordenadora do Samu-192, Patrícia Dias Garrido. Outro fator considerado é o maior conforto e segurança do paciente.

Já foram visitadas a Unidade de Saúde do Parque Bela Vista, o Ambulatório da Mulher e da Criança e nesta sexta-feira (24) foi a vez da equipe da UBS Barra Funda. No treinamento, além de informações sobre a padronização de condutas do Samu-192 ao receber, regular e chegar às ocorrências, foram repassados conhecimentos práticos. Talas, ataduras e outros materiais utilizados nesses procedimentos também estão sendo disponibilizados nas unidades de saúde para que os profissionais possam dar início aos atendimentos até a chegada do Samu-192.

Existem algumas imobilizações mais comuns como a da coluna cervical, utilizada em várias situações, especialmente quando o paciente teve uma queda. "É preciso imobilizar para evitar que qualquer movimento possa aumentar ou causar lesões e sequelas", comentou Patrícia. Talas metálicas, que se moldam ao corpo e protegem locais machucados ou fraturados também foram demonstradas e o mesmo aconteceu com as bandagens usadas para imobilizar, amarrar e pressionar os locais machucados. "Muitos aprenderam a fazer o curativo e a imobilização com faixas, mas a bandagem é o material mais indicado atualmente porque pode ser usada para vários tipos de atendimento, dependendo da dobra e da maneira de amarrar, e é mais fácil de manusear porque não é enrolada na pessoa, é amarrada", explicou Patrícia.

No treinamento, os funcionários da rede municipal aprendem a dobrar as bandagens e como utilizá-las em casos de fraturas e outros tipos de ferimentos. Em formato triangular, a bandagem pode ser usada para sustentar um membro lesionado, para compressão de um local que está sangrando ou para prender as talas, por exemplo. As formas de uso das bandagens e os tipos de nó variam bastante e elas também podem ser emendadas, dando mais possibilidades de uso.

Secom Votorantim

Escolas estaduais têm festival de curtas metragens

Rede estadual de ensino realiza festival de curtas metragens no Teatro Municipal

As escolas estaduais da Diretoria de Ensino de Votorantim participam na próxima quarta-feira, dia 29 de outubro, do III Festival Curta Escola. O evento surgiu a partir do Projeto Cinema vai à Escola, do Cultura é Currículo, da Secretaria de Estado da Educação e teve sua primeira edição em 2012. Nesta terceira edição, o festival tem por objetivo estimular, exibir e discutir a produção estudantil de curta metragem.

A proposta também é difundir o intercâmbio interescolar e o sugimento de novos talentos da linguagem audiovisual a partir do Ensino Médio. Para este ano, foram produzidos mais de duzentos vídeos nas escolas estaduais de Votorantim, dentre os quais, 44 foram selecionados e enviados para a primeira fase do festival. Uma equipe de especialistas escolheu os dez finalistas que serão exibidos nesta terça-feira durante o fechamento. O evento será no Teatro Municipal Francisco Beranger, dia 29, a partir das 13h, aberto aos interessados em prestigiar a produção dos estudantes.


Secom Votorantim

Definido o primeiro semifinalista da Taça Votorantim na categoria principal

http://superfutebol.com.br/new/news.php?cod=16948
 Eduardo Gouvea

A categoria principal da Taça Cidade de Votorantim conheceu nesta quarta-feira (22), sua primeira equipe classificada para a fase semifinal. Jogando no ginásio do Cemag, a Sedesp Votorantim / Pipocas Clac superou o Kamikaze F.C. / Mr. Wash / Quadra Tropical nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo regulamentar.

O próximo adversário dos atuais campeões sairá do confronto evolvendo Leoni Waltão e a Rapaziada contra Berbel Segurança / Sedesp Votorantim / Impacta Terraplenagem / Tomato Pizzas, jogo este marcado para a próxima sexta-feira (24).

No outro jogo da rodada, o Hotcar Futsal venceu por 3 a 2 o General Diesel / MCA / Santa Clara Pneus, jogo este válido pela categoria quarentão. O time volta a jogar na próxima quinta-feira (30), contra o vencedor da partida desta quinta-feira (23), envolvendo AA Santa Rita / Despachante Líder e Jardim Paulista FC, que se enfrentam às 20h15.

Também nesta quinta, Raça Futsal de Pilar do Sul e A.A. Ferroviária / Vila Progresso / Refeições Ruth se enfrentam às 21 horas pela categoria veterano.

Castração de cães e gatos abre inscrições para oito bairros na região da Vila Nova

Notícia publicada na edição de 24/10/14 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 004 do caderno Ela

Arquivo

Moradores da Vila Nova e bairros próximos que desejam castrar cães e gatos gratuitamente pelo programa mantido pela Prefeitura de Votorantim já podem fazer inscrição. Esta será a terceira região da cidade atendida pelo programa de castração criado pela Secretaria da Saúde e mantido no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Votorantim. Até o final de setembro já foram realizadas 113 castrações.

A região que será atendida é composta por oito bairros. Além da Vila Nova, o serviço está disponível para moradores do Conjunto Mário Augusto Ribeiro (Promorar), São Mateus, Altos de Votorantim, Altos da Fortaleza, Vila Verde e Votorantim Parque 1 e 2.

O programa é para castração de cães e gatos, machos ou fêmeas com idade entre um e seis anos. As cirurgias gratuitas são realizadas no próprio CCZ. O cadastro para os oitos bairros estarão abertas até o dia 7 de novembro e as cirurgias serão agendadas já a partir do início de novembro. As inscrições devem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, na sede da Zoonoses.

Os interessados devem comparecer levando cópia do comprovante de residência no nome do proprietário do animal, acompanhado de certidão de nascimento ou de casamento da pessoa que vai efetuar o cadastro (caso não seja o titular do comprovante de endereço) e de cópia de um documento com foto (identidade ou habilitação). Durante o cadastro, já será feito o agendamento da cirurgia. Se a fêmea estiver no cio na data agendada, o procedimento precisa ser remarcado. A sede da Zoonoses fica na Avenida Santo Antônio, ao lado do Cemitério Municipal. O telefone para outras informações é o 3243-3807.


Atletas de Votorantim vencem no Guarujá

Jornal Cruzeiro do Sul

Rodrigo, Leonardo, José Marçal e Marcos Salvador, da Sedesp/Ghimper - DIVULGAÇÃO


Os atletas da equipe Sedesp Votorantim / Academia Ghimper e Acqualive conquistaram bons resultados na nona etapa do Circuito Paulista de Travessias Aquáticas, que foi realizado na praia do Guaiúba, no Guarujá. Disputando a categoria Master C, Marcos Salvador de Oliveira ficou com a primeira colocação nos 3000 metros e com a segunda nos 1000 e 500 metros. José Marçal, pela categoria Master E, cruzou em primeiro lugar a linha de chegada nos 1000 metros, em segundo nos 3000 metros e em quatro nos 500. Pela Juvenil II, Leonardo Goodoy foi o campeão nos 1000 e nos 3000 metros, além de ficar em terceiro lugar nos 500 metros. Já pela categoria Sênior, Rodrigo Belaz foi o terceiro colocado nos 1000 metros e ficou na quarta posição nos 500. A décima e última etapa da competição será realizada no dia 9 de novembro, na praia da Enseada, também no Guarujá.

Coletivo Cê apresenta espetáculo Cunhãntã nesse final de semana no Bairro da Chave em Votorantim

 
O Coletivo Cê apresenta o espetáculo "Cunhãntã", nesse sábado e domingo, às 19h, no Bairro da Chave, em Votorantim. As apresentações fazem parte do Projeto "Cunhã-Antã - Desdobramentos de investigação e valorização acerca da memória das operárias Votorantinenses", realizado com o apoio do ProAC, da Secretaria de Cultura de Votorantim e da Cooperativa Paulista de Teatro.

O espetáculo é um desdobramento da pesquisa iniciada no Projeto "Botu-ra-ti: resgatando a memória e a cultura do povo Votorantinense", que resultou na realização de temporada do espetáculo "Desmedida" em 2013, também com o apoio do ProAC. A proposta dessa nova criação nasceu do anseio dos artistas em se debruçarem sobre a presença feminina no processo de formação da vila operária e na pesquisa de linguagem desenvolvida pelo Coletivo Cê.

Na cena, as marcas pessoais das atrizes se enredam às de outras mulheres, tanto das operárias Votorantinenses, como das personagens de Patrícia Galvão em seu romance "Parque Industrial". Figuras femininas se trançam como fios e criam, em rede, um território de individualidades díspares, similares, complementares, sinônimas, antônimas, por onde as atrizes têm autonomia para escolher transitar. O objetivo é se deixar atravessar a cada apresentação e dar voz àquilo que for mais urgente.

"Enquanto buscávamos compreender as relações de trabalho das operárias moradoras do Bairro da Chave, no contexto do sistema industrial, voltamos nossos olhos para a sala de ensaio e percebemos que era este o chão da nossa fábrica. Duas atrizes exercendo seu ofício. Entendemos que ali residia todos os ecos da questão levantada no processo Cunhãntã, pelo menos os que mais profundamente nos atravessam, e que era este o mais honesto ponto de partida para a criação da nossa dramaturgia e do processo cênico", explica o diretor Hércules Soares.

O espetáculo tem a duração de 1 hora e acontece no Espaço Cê, localizado na Rua Orélio Verlangieri, nº 3, no Bairro da Chave, em Votorantim/SP (próximo à Cachoeira da Chave). A temporada de apresentações ocorre aos sábados e domingos de 13 de setembro a 2 de novembro, às 19h. Entrada: Pague quanto puder*. Cada apresentação tem a disponibilidade de 40 lugares, portanto é importante chegar com 1 hora de antecedência para retirar o ingresso.

Mais informações pelo site www.coletivoce.com ou pelo email coletivoce@gmail.com.

 

* "Pague Quanto Puder" é um formato em que o público é convidado a refletir e mensurar o valor da arte. Uma liberdade de escolha e um senso de responsabilidade pelos bens culturais, pela valorização e sobrevivência do que é produzido artisticamente.

 

COLETIVO CÊ

 

O Coletivo Cê existe desde 2009 e, há cerca de três anos, é sediado no Bairro da Chave, em Votorantim, município do interior paulista, e integrado por artistas de diversas áreas, cujo encontro se deu pelo desejo inicial de pesquisar as linguagens do teatro e da performance. Da experiência com a rua, o coletivo chegou ao tema de sua pesquisa no teatro: o patrimônio imaterial e o teatro em relação com o espaço público materializada por meio dos projetos "Desterro – Investigação e Preservação da Memória", contemplado pela Lei de Incentivo à Cultura de Sorocaba (LINC), em 2009, e pelo ProAC em 2011, "Botu-ra-ti – Resgatando a Memória e a Cultura do Povo Votorantinense", contemplado pelo ProAC em 2012, e "Cunhã-Antã - Desdobramentos de investigação e valorização acerca da memória das operárias votorantinenses". Em abril desse ano, o coletivo foi contemplado pelo Prêmio CPT 2013 com o espetáculo "Desmedida" na categoria "Trabalho apresentado no interior e litoral paulista: em sala convencional, rua ou espaço não convencional".

 

SINOPSE

Duas atrizes se preparam para entrar em operação. Duas trabalhadoras. Antes de qualquer coisa, precisam de um ritual para iniciarem mais um dia de trabalho. O público espectador aguarda a aparição dos corpos. Em cena, as marcas das atrizes se enredam às de outras mulheres. Figuras femininas se trançam como fios e criam, em rede, um território de individualidades díspares, similares, complementares, sinônimas, antônimas, por onde as atrizes têm autonomia para escolher transitar. O objetivo é se deixar atravessar, a cada apresentação, e dar voz àquilo que for mais urgente.

 

FICHA TÉCNICA

 

Direção: Hércules Soares

Direção de produção e administrativa: Andressa Machado

Orientação dramatúrgica: Bruno Lottelli

Dramaturgia: Coletivo Cê

Preparação corporal: Melany Kern

Preparação de elenco: Júlio Mello

Fotografia e Assessoria de Imprensa: Tatiana Plens

Design Gráfico: Daniel Bruson

Atrizes-Criadoras: Daiana de Moura e Mariana Rossi
R Orélio Verlangieri, 03
Chave -  Votorantim/SP


Madrigal Uniso realiza concerto beneficente

Jornal Cruzeiro do Sul




A regência do grupo está a cargo de Cadmo Fausto Cardoso - DIVULGAÇÃO


O Madrigal Uniso, formado por estudantes e profissionais da voz, realiza hoje e no domingo, sempre às 20h30, a 3ª edição do concerto beneficente. A apresentação ocorre no Auditório Municipal de Votorantim Francisco Beranger (próximo ao terminal de ônibus do município). 

A regência do grupo está a cargo de Cadmo Fausto Cardoso, que é coordenador da área de canto e coral do Conservatório de Tatuí. 

No espetáculo, além de um bloco dedicado inteiramente aos Beatles, peças negro spirituals e músicas brasileiras serão interpretadas pelo Madrigal, que hoje possui 23 integrantes. 

O evento possui caráter beneficente, e os ingressos poderão ser retirados na bilheteria do auditório com uma hora de antecedência, mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível ou 1 litro de leite Longa Vida. Vale ressaltar que todos os alimentos/ leites arrecadados serão destinados à Casa de Belém de Votorantim.

Juiz espera participação de todos os eleitores no domingo

Jornal Cruzeiro do Sul
André Moraes



Mesmo quem deixou de votar no 1º turno deve registrar o seu voto nas urnas



1,1 mil urnas serão instaladas - FÁBIO ROGÉRIO

O juiz eleitoral da 137ª Zona Eleitoral de Sorocaba, José Carlos Metroviche, pede para que os eleitores não deixem de participar do segundo turno das eleições para presidente, que ocorre no próximo domingo. O apelo do magistrado segue uma campanha de alerta feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para que os eleitores que ausentaram no primeiro turno "podem e devem" ir às urnas neste segundo para escolher qual o candidato a quem confiará o seu voto.

De acordo com Metroviche, a participação de todos os 446.321 eleitores na escolha do presidente da República é importante, pois uma "democracia plena se constrói com a participação de todos". "É importante votar para construir uma nação sólida", declara o juiz. O magistrado alega que não há como saber se a abstenção nesse segundo turno será maior do que a registrada no primeiro, ocorrido no dia 5 de outubro, quando 16,9% dos eleitores de Sorocaba, ou seja, 75.404 não compareceram e não tiveram o seu voto para presidente registrado.

Segundo o TSE, quem não compareceu às urnas no primeiro turno "pode e deve" participar do segundo, mesmo que não tenha justificado ainda a ausência. O Tribunal declara que votar em um dos turnos não compensa a ausência no outro, já que cada um deles é considerado uma eleição diferente.

Quem deixou de votar e não justificou, deve procurar seu cartório no prazo de 60 dias: até 4 de dezembro para o primeiro turno e 26 de dezembro para o segundo. O requerimento de justificativa será dirigido ao juiz eleitoral. É necessário comprovar o motivo da ausência e o deferimento da justificativa vai depender da análise do magistrado. A falta de justificativa dentro do prazo pode acarretar em prejuízos à pessoa, como ser impedida de tirar passaporte, inscrever-se em concursos públicos ou prova para cargo em função pública, se matricular ou renovar matrícula em instituição pública de ensino, entre outros.

Apuração e "santinhos"

Sobre o dia da votação, Metroviche acredita que deverá ser mais tranquilo do que no primeiro turno. Porém, mesmo que agora somente serão apurados os votos concedidos a dois candidatos a presidente - no primeiro turno houve a apuração dos votos a presidente, governador, senador e deputados federal e estadual - o juiz relata que o tempo para definir quantos votos cada candidato recebeu deverá ser o mesmo do primeiro turno, ou seja, em torno de três horas. "Entretanto a divulgação só poderá ocorrer a partir das 20h local, em face do disposto do artigo 210, inciso I da Resolução 23.399/2013, que prevê a liberação dos dados do resultado a partir das 17 horas do fuso horário do Acre", revela.

O juiz também comenta sobre um problema que indignou os eleitores no dia da votação do primeiro turno - assim como ocorre em todas as eleições - que seria o descarte de "santinhos" de candidatos no entorno dos locais de votação. Ele diz que não há como prever se as ruas estarão repletas do material gráfico dos concorrentes ao cargo de presidente nesse segundo turno. "Mas acredito que a situação não será igual a do primeiro turno e as ruas estarão mais limpas."

Em Votorantim, o Ministério Público (MP) fez um acordo com os dirigentes regionais dos partidos que possuem candidatos no segundo turno, o PSDB e PT, para que não fossem jogados "santinhos" nas ruas, conforme noticiado pelo Cruzeiro do Sul na quarta-feira passada. O acordo foi assinado no início desta semana pelo promotor de Justiça, Luiz Alberto Meirelles Szikora, pela presidente local do PSDB, Ana Criguer Rodrigues, pelo presidente local do PT, Marcos Antonio Alves, o Marcão Papeleiro, e como testemunhas assinaram o atual prefeito Erinaldo Alves da Silva (PSDB) e o prefeito anterior, Carlos Augusto Pivetta (PT).

O juiz eleitoral de Sorocaba diz desconhecer esse acordo feito na cidade vizinha e relata que o mesmo não deverá ocorrer por aqui. "Aqui em Sorocaba não há previsão para reunião com partidos", revela Metroviche.


Urnas são enviadas hoje aos locais de votação

A movimentação nos cartórios eleitorais para o envio das urnas aos locais de votação começa hoje logo cedo. Ao todo, serão levadas 1,1 mil urnas para serem utilizadas pelos 446.321 eleitores de Sorocaba neste segundo turno das eleições, para a escolha do presidente da República. Todas as equipes de apoio, como motoristas de vans que carregam os materiais de montagem das 1.229 seções eleitorais, já foram convocados desde ontem, para que auxiliem os servidores da Justiça Eleitoral nesse processo. Além disso, as polícias Militar e Civil, a Guarda Civil Municipal, Urbes - Trânsito e Transportes e a CPFL Piratininga atuarão em esquema especial, priorizando seus atendimentos nos locais de votação espalhados por todo o Município.

O chefe do cartório da 343ª Zona Eleitoral (ZE), João Lima, afirma que a movimentação das urnas começará por volta das 8h30. Ao todo 1,1 mil dispositivos serão depositados nas vans hoje, que ficarão responsáveis pelo transporte até os locais de votação. "Está tudo preparado. Toda a logística já está montada para amanhã (hoje)", disse Lima, ontem pela amanhã. Diante disso, as escolas que receberão os eleitores no domingo estão com as aulas suspensas.

Além das urnas, todo o material necessário para a montagem das seções eleitorais também é enviado a partir de hoje, assim como os lanches dos 6,8 mil mesários convocados. Já as seções começam a ser preparadas no sábado. Lima declara que a votação nesse segundo turno deverá ser tranquila em Sorocaba, assim como ocorreu no primeiro turno. "A estrutura de pessoal é a mesma. As mesas de justificativa e de voto em trânsito vão funcionar normalmente", diz.

A 356ª ZE é responsável por 138 seções e 7 mesas de justificativa, localizadas na Zona Norte. De acordo com a chefe de cartório, Vivian Ariane Berton de Azevedo, todo o material necessário para a estruturação dessas seções já serão enviadas hoje aos locais de votação. "Nós estaremos com duas turmas, uma às 8h30 e outra às 13h, e quatro equipes. Amanhã (hoje) trabalham 12 pessoas de apoio e mais os cinco servidores do cartório", declara.

Na 342ª Zona Eleitoral, os trabalhos das cerca de 30 pessoas envolvidas serão concentrados no encaminhamento de 221 urnas, sendo 13 delas direcionadas às mesas de justificativas. "Todas as vans contratadas e o apoio logístico estão convocados para colaborar conosco, assim como ocorreu no primeiro turno", diz a chefe de cartório, Denise Maria dos Santos Costa.

Apenas uma urna dessa ZE deverá ser levada ao local de votação amanhã, que será a utilizada pelos internos da Fundação Casa. "Como é um local de difícil acesso e por ser uma urna só, decidimos levá-la no sábado, pois aí já aproveitamos e montamos a seção eleitoral", explica. Essa urna faz parte das 129 que deixarão para ser levadas aos locais de votação amanhã. Muitas delas fazem parte da área de abrangência da 137ª ZE, que geralmente deixa para enviar suas urnas um dia antes da votação, por cuidar de seções eleitorais que ficam próximas do Mangal, onde ficam os cartórios.

Polícia

A Polícia Civil irá atuar com um esquema especial no dia da votação. Segundo o delegado Seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, todos os trabalhos seguirão os mesmos moldes de como ocorreu no primeiro turno. Ou seja, todos os distritos policiais ficarão abertos excepcionalmente domingo, das 8h às 18h, a fim de atender as ocorrências de delitos eleitorais. Já as ocorrências de outros tipos de crimes serão atendidas pelas equipes dos Plantões Policiais Sul e Norte. Além disso, foram designados delegados especialmente para tratarem das questões eleitorais. Todo esse esquema também valerá para as 17 cidades da região que compõem a Seccional de Sorocaba.

A Guarda Civil Municipal (GCM) relata que desde ontem já começou a reforçar o patrulhamento nas regiões próximas aos locais de votação, conforme estabelecido em reunião com a Justiça Eleitoral e o comando da Polícia Militar (PM). Portanto, o mesmo ocorre com as ações da PM.

CPFL e Urbes

Para que a votação não seja prejudicada por eventuais falta de energia, a CPFL Piratininga irá priorizar o restabelecimento da rede de fornecimento nos locais de votação, caso haja problemas na rede.

A Urbes - Trânsito e Transportes divulga que agentes de trânsito irão auxiliar os motoristas, das 7h às 17h, próximo aos locais de votação. Encerrado esse período, os agentes passarão a se concentrar na região do Fórum, onde funcionam os cartórios eleitorais.

A Urbes relata que, para facilitar o acesso dos presidentes de mesa e a entrega do material, será providenciada a interdição de duas vias no bairro do Mangal no domingo. A rua Avelino Argento será fechada parcialmente. Já a rua Indianápolis será totalmente interditada e os motoristas terão como opção de desvio a rua Porto Alegre. As vias devem ser liberadas para o trânsito por volta das 19h.

Abaporu realiza segunda edição amanhã

Jornal Cruzeiro do Sul
Maíra Fernandes


Seis bandas se apresentam no festival promovido pelo Rasgada Coletiva. Haverá também desafio de cururu e feira de vinil


A banda Wry sobe ao palco às 20h - DIVULGAÇÃO/ FABRÍCIO VIANNA


Do tradicional cururu até a música transcendental, a segunda edição do Abaporu - Festival comedor de gente acontece amanhã, em Votorantim, defendendo o mote da integração entre as pessoas e os estilos. Realizado pelo coletivo Rasgada Coletiva, com apoio da Prefeitura Municipal de Votorantim, através da Secretaria de Cultura de Votorantim, o evento receberá sete atrações musicais entre artistas locais e de outros Estados a partir das 17h, com programação gratuita. O destaque é o rapper cearense RAPadura, que sobe ao palco às 22h30 e encerra o festival com sua música cheia de referências da cultura popular brasileira, sobretudo a nordestina.

Além das atrações musicais, o festival contará com uma exposição de vinil com vários expositores de São Paulo. Outras parceiras de destaque foram realizadas com o Girls Rock Camp Brasil, que venderá doces, lanches vegetarianos e veganos, e com o Sesc Sorocaba, que participa com um stand para divulgar a trienal de artes Frestas, que abriu ao público ontem e segue até maio de 2015.

"Procuramos ser o mais plural possível, tentando mostrar artistas inéditos de muita qualidade e, ao mesmo tempo, pensamos em mesclar públicos que estão acostumados a consumir estilos diferentes de música. O intuito desse festival é propor um momento único, rico em trocas, aberto ao diálogo com o público", defende Pêu Ribeiro, do Rasgada Coletiva.

A primeira edição aconteceu em 2012, na Pedreira de Votorantim, e durou dois dias, contando também com apoio da Funarte. A ideia, contam os organizadores, não era que o evento se tornasse bienal, no entanto, por conta de outros projetos do coletivo, optaram por não realizar o festival no ano passado. "Este ano o festival muda de lugar, mas continua acontecendo em Votorantim. Ele terá apenas um dia, mas será bem legal", garante Pêu, lembrando que, este ano, não contam com verba de nenhuma lei de fomento à cultura e o único apoiador que é parceiro na execução do projeto é a Secretaria de Cultura de Votorantim. "Graças a boa vontade deles teremos um ótimo festival este ano."

Os organizadores adiantam que a diversidade sonora vai imperar no festival, pois as escolhas foram pensadas, realmente, nesse sentido. E citam como exemplo a banda que abre o festival, Francisco, el Hombre, que atrai um público mais jovem. Também a cantora e compositora radicada em Sorocaba, Paula Cavalciuk, que revisita a MPB de maneira criativa; a banda Wry, apontado por eles como uma das bandas mais legais da cena rock do Brasil; o som transcendental do Pedra Branca, entre outras atrações. "A ideia é a interação entre as pessoas. É a antropofagia. É contribuir para que mais pessoas ouçam cada vez mais coisas diferentes. Para que nesse pequeno espaço e tempo as pessoas estejam abertas a novas sensações", destaca.

A expectativa é de receber mais de mil pessoas no festival.

Programação

17h - Francisco, El hombre

18h - Desafio de cururu

19h - Paula Cavalciuk

20h - Wry

20h50h - Bateria Alcalina

21h30h - Pedra Branca

22h30 - RAPadura

Serviço: O Abaporu - Festival comedor de gente acontece amanhã, a partir das 17h, na Praça Senador José Ermírio de Moraes, na Vila Dominguinho, Votorantim. Há acesso pelo bairro da Chave e mais informações sobre como chegar serão divulgadas na página do evento no Facebook. A entrada é gratuita.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Cadastro para isenção de IPTU a aposentados termina dia 30

Notícia publicada na edição de 23/10/14 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 006 do caderno A

O cadastro e atualização de dados de aposentados e pensionistas para a concessão de isenção do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) do ano que vem, será realizado até dia 30, quinta-feira. Na sexta-feira (31) será ponto facultativo nas repartições públicas municipais em comemoração do ao Dia do Funcionário Público, comemorado no dia 28 de outubro, de acordo com o decreto de nº 4803.

A Secretaria de Finanças de Votorantim informa que algumas alterações foram feitas em relação ao ano passado. Terá direito aqueles cujo rendimento não ultrapassem três salários mínimo vigente, serão somados os rendimentos do cônjuge, que possuam um único imóvel e residam nele, e que a área total do imóvel, somadas as áreas do terreno e área construída (coberta), não ultrapassem 475 m2, conforme o artigo 116 da lei nº 2.379 que complementa a lei nº 1.602.

O aposentado ou pensionista que já é isento deverá comparecer ao balcão de atendimento de Cadastro Imobiliário, munido de documento de identificação e o informativo de benefícios.

Para a solicitação pela primeira vez do benefício de isenção deverá ser apresentados os seguintes documentos: cópias de RG e CPF ou CNH do proprietário/compromissário do representante ou procurador quando houver; cópia de demonstrativo de valores (Carnê IPTU fls. 2); cópia de comprovante de endereço recente; cópia da matrícula atualizada, contrato, escrituras; aposentados e pensionistas do INSS: apresentar INFBEN (Solicitar no INSS) ou demonstrativo de crédito do benefício; aposentados e pensionistas servidores públicos apresentar cópia do holerite.

O setor de cadastro imobiliário atende no saguão da Prefeitura de Votorantim no guichê 3, de segunda a sexta-feira das 9 às 16 horas.

TV Votorantim – Erica Domingues – Medidor on-line de chuva é premiado em Congresso Agropecuário

TV Votorantim – Erica Domingues - Acordo proibe santinhos nas ruas de Votorantim

Requerimentos Vereadora Fabíola Alves da Silva Pedrico (PSDB)



A existência de programação por parte da prefeitura, em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente, para a revitalização paisagística nas Avenidas Gisele Constantino, Rogério Cassola, 31 de Março, Luiz do Patrocino Fernandes e Octávio Augusto Rangel, foi questionada pela vereadora Fabíola Alves da Silva Pedrico (PSDB) que destacou sobre a importância do paisagismo urbano, pois além de propiciar mais beleza e harmonia ao ambiente urbano, contribui para a melhoria da qualidade de vida da população, proporcionando assim, um equilíbrio ao ecossistema (Req. n° 554/14).

INDICAÇÃO Nº 646/14

Podas das árvores existentes em uma área localizada ao lado do Conjunto Habitacional "Augustinho Chriguer", Bloco 60 B1, a fim de trazer mais segurança aos moradores.

Assessoria de Imprensa

Câmara Municipal de Votorantim

Requerimentos Vereador Eric Romero (PPS)



O vereador Eric Romero (PPS) solicitou a implantação de Academias ao Ar Livre para que os deficientes físicos e cadeirantes possam utilizar, especialmente nas Praças Lecy de Campos e Dr. José Ermírio de Moraes, a fim de prevenir os diversos males, proporcionar a prática de exercícios em locais apropriados e muitos benefícios à saúde, além de auxiliar na inclusão, promovendo maior socialização aos deficientes (Req. nº 552/14).

INDICAÇÕES:

Nº 644/14: Avaliação das condições de uso dos equipamentos do playground existente na Praça "Nossa Senhora Aparecida", no Bairro Vossoroca, como também a manutenção geral dos aparelhos da Academia ao Ar Livre.

Nº 645/14: Manutenção da estrutura do ponto de ônibus já existente, e também a sinalização de solo com demarcação e pintura da palavra "ônibus" em frente ao nº 1312 da Rua Paula Ney, no Bairro Parque Bela Vista.

Nº 652/14: Implantação de um poste com iluminação pública no final da Rua Valdevino Silva, próximo ao nº 250, no Bairro Vila Guilherme.

Assessoria de Imprensa

Câmara Municipal de Votorantim

Requerimentos Vereador Marcos Antonio Alves “Marcão Papeleiro” – PT



O vereador Marcão Papeleiro (PT) solicitou providências urgente à Administração antes que algo grave aconteça em relação a uma árvore no Bairro Votocel, em frente ao número 50 da Rua Maria Finotti, pois em razão do crescimento das raízes foram identificadas rachaduras nas paredes da casa e no piso do quintal, além disso, a queda de galhos já danificou o muro da propriedade.

O parlamentar citou que já solicitou junto à Secretaria do Meio Ambiente o corte ou a poda da árvore no ano passado, porém desde o ano de 2011, o morador tenta resolver essa situação junto a Prefeitura, sem obter êxito. Com o decorrer do tempo, os problemas se agravaram, sendo que a árvore está tomada de cupins e em períodos de chuvas o proprietário teme que possa cair em cima de sua residência pela força dos ventos. 

Em visitas realizadas no Bairro Barra Funda, o vereador recebeu diversas reivindicações dos moradores, pois estão cansados de pedir para que a Prefeitura faça a reforma do miniterminal de ônibus no bairro construído há mais de 10 anos. Embora tenham sido apresentadas à Prefeitura várias solicitações de reforma, seja por meio dos moradores ou por intermédio de vários vereadores, Marcão sugere que em parceria com a Empresa Auto Ônibus São João, providencie a sua demolição, preservando somente o abrigo e os assentos, da mesma forma que foi feito no antigo miniterminal da Vila Nova Votorantim, proporcionando assim mais segurança e conforto aos usuários do transporte coletivo, eliminando o mau cheiro e a proliferação de ratos e baratas no local. Segundo os moradores, no período noturno, torna-se impossível permanecer no local, portanto, a exemplos dos serviços realizados na Vila Nova Votorantim, que essa situação atual seja resolvida o mais breve possível (Req. nº 553/14).

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Votorantim

Requerimentos Vereador Alessandro Baeza Silva “Lê Baeza” (PV)


Com a finalidade de inibir a ação das pessoas que jogam todo tipo de entulho e lixo às margens do Rio 

Sorocaba, no trecho que passa pela Cachoeira da Chave, o vereador Lê Baeza (PV) solicitou providências, pois a água daquela localidade está muito suja e com presença de produtos químicos e esgoto, prejudicando as pessoas que têm seus momentos de lazer e diversão no local (Req. n° 548/14).

Em seguida indagou sobre a existência de um programa direcionado à inclusão de alunos com deficiência visual na rede pública de ensino. De acordo com Lê Baeza, o Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Educação Especial (SEESP) desenvolve a Política de Educação Inclusiva, promovendo o curso de Aperfeiçoamento de Professores para o Atendimento Educacional Especializado, realizado em uma ação conjunta com universidades públicas, e assim, efetivam um amplo projeto de formação continuada de professores por meio do Programa Educação Inclusiva. Segundo o parlamentar seria uma ótima iniciativa que o município poderia tomar a fim de melhorar o acesso à educação (Req. nº 549/14).

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Votorantim

Requerimentos Vereador Bruno Martins de Almeida



O parlamentar Bruno Martins de Almeida (PSDB) ressaltou que há um grande número de pessoas que fazem o tratamento de hemodiálise, mas acabam sendo obrigados a fazer em cidades vizinhas e sugeriu a implantação de um setor especializado em hemodiálise no Hospital Municipal. Bruno explica que entende ser um tratamento de grande custo e complexo, mas a realização do tratamento na cidade é de extrema importância a todos (Req. nº546/14).

INDICAÇÕES:

Nº 641/14: Efetuar contatos com o comando do 40° BPM – Batalhão da Polícia Militar, para que juntamente com a Guarda Municipal, realizem rondas ostensivas, na região das Ruas Carlos Luvison, Mauricio Fomia e Celso Miguel dos Santos, no Parque Bela Vista.

Nº 642/14: Troca do bebedouro na Escola de Informática Municipal.

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Votorantim

Requerimentos Presidente da Câmara, vereador Heber de Almeida Martins (PDT)



O Presidente da Câmara, vereador Heber de Almeida Martins (PDT) questionou sobre a possibilidade de firmar parceria entre o município e o Instituto Votorantim, para implantar o Programa de Modernização.

A finalidade é realizar um diagnóstico da gestão municipal; avaliar a estrutura existente e as condições gerais de trabalho para obter melhorias no processo de gestão, como diminuir despesas, ampliar receitas e outras fontes de captação e melhor utilização dos recursos públicos, já que o município está inserido na lista das cidades que mantém indústrias do Grupo, e tem a oportunidade de firmar parceria com esses benefícios. (Req. n° 544/14).

Heber também levantou diversos questionamentos referentes aos convênios da Administração Municipal com as empresas funerárias OSSEL e OFEBAS, bem como, a possibilidade de adquirir o imóvel da OFEBAS, ao lado do Cemitério Municipal para a implantação de um Velório Municipal e Centro Administrativo (Req. n° 545/14).

INDICAÇÕES

Nº 643/14: Contêineres para o serviço de coleta de lixo, em frente ao nº 486 da Rua Sorocaba, no Bairro Vila Dominguinho.

Nº 650/14: Implantar mais postes com luminárias, no trecho entre o Terminal Rodoviário Urbano "João Souto" até o estacionamento localizado em frente defronte à Escola Municipal de Informática, na Avenida Marginal Vereador Newton Vieira Soares, bem como realize, de forma urgente, a manutenção do sistema de iluminação já existente nesse trecho.

Nº 651/14: Remoção da faixa de pedestres localizada em frente a saída da Câmara Municipal que dá acesso à Avenida Marginal Vereador Newton Vieira Soares.


Assessoria de Imprensa

Câmara Municipal de Votorantim

Requerimentos Vereador Pedro Nunes Filho (PDT)

O vereador Pedro Nunes Filho (PDT) apresentou o Projeto de Lei nº 057/14, dispõe sobre denominação de próprio municipal - "Patrícia Pozzi Stecher Souza".

Em seguida, Pedro citou sobre a recente aprovação da Lei que trata sobre a  isenção do Imposto de Transmissão de Bens Inter Vivos para diversas áreas da cidade e ressaltou sobre a necessidade de informar aos munícipes quando serão oferecidas as escrituras de seus imóveis (Req. n° 547/14), também destacou sobre a possibilidade de incluir, no projeto do Plano Diretor, o alargamento ou a duplicação da Rua Anália Pereira até o seu encontro com a Rodovia Raimundo Antunes Soares (Req. n° 551/14).

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Votorantim 

Música e dança levam alunos a um mundo de descobertas

A Escola Municipal "Abimael Carlos de Campos" realizou neste mês de outubro o 2º Festival de Música e Dança do projeto "No Compasso da Orquestra". Com o Teatro Municipal "Francisco Beranger" lotado, o espetáculo encerrou um ciclo de grandes descobertas para os alunos e apresentou aos pais e convidados o resultado de um trabalho pedagógico amplo e planejado, que envolveu toda a escola, funcionários e colaboradores.

A diretora da unidade, Alessandra Menck Machado, explica que as atividades foram trabalhadas no decorrer do terceiro bimestre, de forma interdisciplinar. "A temática musical e de estudo de obras brasileiras consagradas foi a inspiração para a leitura, a escuta, o estudo sobre instrumentos musicais, alguns autores, características geográficas e históricas onde a produção musical acontece e também as escritas, interpretações e registros", detalha.

A realização do projeto, pelo segundo ano, contou com a participação da comunidade local, além da colaboração de músicos. O objetivo principal foi contribuir com o repertório dos alunos através de músicas clássicas, enriquecendo as atividades didáticas e tornando-as mais significativas. A diretora acentua que, com esse trabalho "foi possível descobrir talentos e despertar o gosto pela música em muitos alunos".



Secom Votorantim

Escola de Costura transforma tecidos e dá novas oportunidades

Alunas e alunos conquistam independência financeira, melhoram a autoestima, descobrem e aprimoram habilidades com criação, modelagem, corte e costura. Com todas as máquinas reformadas e outras melhorias, a escola tem 120 alunos em dez turmas e lista de espera de interessados.


Costurar para si e para a família é o desejo mais comum entre 120 alunos que frequentam a Escola Municipal de Corte e Costura de Votorantim. A unidade recebeu melhorias neste segundo semestre e oferece melhor estrutura para os aprendizes que frequentam o curso e já começam a confeccionar as primeiras peças e receber elogios.

"Alguém vai me perguntar onde eu comprei o meu blazer e eu vou falar que fui eu que fiz. Vai ser uma satisfação muito grande", revela Ana Lúcia Madureira, de 34 anos. Mãe de dois filhos, ela também pretende fazer roupas para as crianças e pensa na economia que isso vai proporcionar. Para várias peças, ela garante que gastaria menos de R$ 10,00 com tecidos e aviamentos. "Em uma loja custa R$ 80,00, então dá para se vestir bem e ainda ter o prazer de ter feito a roupa", ressalta.

O conteúdo do curso contempla a parte teórica como medidas, produção de moldes e tipos de tecido, até a parte prática com uso de máquinas convencionais e industriais tipo reta, galoneira e overlock, terminando com aulas de modelagem. "Muitas alunas nos procuram para aprender a técnica e começar a modelagem e depois vão fazer curso de moda em faculdade. Mas a maioria quer realizar um desejo de costurar, fazer roupa para a família e depois até ganhar com isso", destaca a monitora de corte e costura, Cleusmira Maria dos Santos, que atua há dezoito anos na escola.

Os equipamentos foram todos reformados este ano e a escola também recebeu nova iluminação, novos materiais e passou a contar com um serviço regular de manutenção e limpeza. Nas próximas semanas, serão instalados novos ventiladores. A unidade é mantida pela Secretaria da Educação por meio da Diretoria de Educação de Jovens e Adultos e Ensino Profissionalizante. As aulas têm três horas e são realizadas uma vez por semana, no período da manhã ou da tarde.

Desafios e conquistas

Finalizando a confecção do blazer vermelho que é sua primeira peça própria, Ana Lúcia recebe elogios da monitora da escola. Costureira experiente, Cleusmira conta que é possível reconhecer nas primeiras aulas o talento dos alunos, mas o aprimoramento técnico varia muito de uma pessoa para a outra. Alguns cumprem a parte teórica em um mês e outros ficam mais tempo, até dominarem a etapa que dará o suporte para elaboração de moldes e prepara o aprendiz para o corte das peças.

Como Ana Lúcia, Solange Almeida Vieira, de 53 anos, começou o curso em abril deste ano e nesta semana finalizou um vestido orgulhando-se do resultado. Ela já tinha os conhecimentos básicos e foi buscar na escola a possibilidade de fazer as roupas sob medida. A inspiração para o modelo foi encontrada em uma vitrine. "Ver pronto é muito bom, porque eu aprendi a fazer e deu certo, como eu queria", comenta Solange explicando que sempre vai embora feliz das aulas.

Outra aluna aplicada é Jocília Cristina Krajewski, de 63 anos. Com duas blusas prontas e já se oferecendo para costurar para terceiros, Jô conta que sempre foi autodidata e há um ano encontrou na escola a possibilidade de aprimorar a técnica. "Gosto de vir aqui, estou sempre aprendendo e fico muito satisfeita vendo que gastei menos de R$ 7,00 e em uma hora costurei uma blusa que custa R$ 39,00 em uma loja", conta.

Com tantas histórias positivas e mais de vinte anos de atividades, a fama da escola garante uma procura constante de novos alunos. Cleusmira explica que praticamente toda semana há pessoas buscando informações e querendo se inscrever, mas as turmas estão completas e só serão abertas novas vagas no início do próximo ano. Sobre os requisitos para participar, a professora comenta que precisa ter paciência, gostar de criar e capricho porque o acabamento das peças é muito importante. "Pode estar muito bem cortado, mas se a pessoa não tiver o capricho e a paciência para finalizar, o resultado não é bom. Cada etapa é importante".

Fazer contas também é necessário na hora de preparar os moldes e ajustar de acordo com as medidas da pessoa que irá vestir a roupa. "Muita gente não se adapta a essa parte, mas tem que calcular muito bem para dar certo", frisa Cleusmira ao mostrar a variedade de centenas de moldes disponíveis na escola. As alunas confirmam que o aprendizado exige dedicação e esforço, mas o resultado compensa tudo isso.


Secom Votorantim

Hoje segunda audiência direcionada à LOA


A Comissão Permanente de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Votorantim, formada pelos vereadores Pedro Nunes Filho (PDT), Eric Romero (PPS) e Robson Vasco (PSDB), realizará hoje mais uma audiência, às 15h, para apresentar e discutir a Lei do Orçamento Anual para o exercício de 2015.

 

A primeira audiência realizada na última terça-feira (21) contou com a participação do Presidente da Câmara, vereador Heber de Almeida Martins (PDT) e os parlamentares Joãozinho Queiroz (PT), Marcos Alves (PT), Lê Baeza (PV) e Fabíola Alves da Silva Pedrico (PSDB) que puderam obter informações referentes ao Projeto de Lei nº 056/14, bem como, apresentaram questionamentos relativos aos recursos e projetos direcionados às secretarias.

 

Na oportunidade, estiveram presentes todos os secretários que foram convocados; José Henrique Leite Santos da Silva (Administração), Ana Chriguer Rodrigues (Cidadania e Geração de Renda), Claudemir Robson Buturi (Comunicação), Marcelo Domingues (Cultura), Antonio Carlos Ribeiro Abibe (Planejamento e Desenvolvimento), Ricardo Nicaratti representante de Carlos Alberto Leite (Meio Ambiente), Marco Antonio Gonçalves Pontes (Obras e Urbanismo).

 

O secretário de Finanças, Célio Salvetti e a Diretora de Planejamento e Controle Orçamentário, Jessica Russo de Camargo Teixeira fizeram explanações detalhadas e a presença de todos os secretários também possibilitou a cada participante dar sugestões e opiniões, bem como, obter esclarecimentos em relação às dúvidas por parte dos secretários; Claudio de França (COHAP), João Carlos Taborda dos Santos (Desporto), Marcos Batista Trinca (Governo), Fábio Lugari Costa (Negócios Jurídicos), Izilda Maris Chiozzoto de Moraes (Saúde), Milton Moreira (Mobilidade Urbana e Guarda Patrimonial), Silvano Donizetti Mendes (Serviços Públicos), Isabel Cristina Dias de Moraes Cardoso (Educação) e Wilson Menna (Fundação Seguridade Social).

 

A audiência pública será realizada no plenário da Câmara Municipal "Prof. Pedro Augusto Rangel" e o intuito é oferecer a oportunidade aos que não puderam participar da primeira audiência e incentivar a população em geral, bem como, atender e cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal e a exigência do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

 

 

 

 

Thalyta Lima
Assessora de Imprensa
Câmara Municipal de Votorantim
(15) 3353.7300

Ouça a Rádio Cultura Votorantim