segunda-feira, 21 de maio de 2018

Caminhoneiros queimam pneus durante protesto em Votorantim

TEM NOTÍCIAS 1ª EDIÇÃO – SOROCABA/JUNDIAÍ

Um grupo de caminhoneiros queimou pneus, na manhã desta segunda-feira (21), durante um protesto às margens da rodovia Raimundo Antunes Soares, em Votorantim (SP). O ato é realizado em pelo menos dez Estados.




Assista: https://globoplay.globo.com/v/6750490/

Caminhoneiros da região fazem protesto na SP-79

Jornal Cruzeiro do Sul
Ana Cláudia Martins

Atualizada às 12h

Os trabalhadores estão concentrados em um posto de combustível na rodovia - FÁBIO ROGÉRIO

Caminhoneiros autônomos da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) realizaram na manhã desta segunda-feira (21) um protesto contra a alta constante no preço do litro do óleo diesel e também dos pedágios no quilômetro 100 da rodovia SP-79, em Votorantim. A manifestação fez parte de uma mobilização nacional. Os trabalhadores ficaram concentrados em um posto de combustíveis na rodovia e os caminhões permaneceram estacionados no local. 

Segundo um dos participantes do movimento, Jonas Duarte, cerca de 200 caminhões ficaram parados no posto e aderiram ao protesto da categoria. Eles começaram a parar os caminhões no posto por volta das 6h e colocaram fogo em pneus no acostamento da rodovia para chamar a atenção para o protesto. A Polícia Rodoviária esteve no local e estimou que cerca de 50 caminhões aderiram ao protesto. A polícia disse que não houve interdição de pista no início da manhã, e o tráfego continuou fluindo normalmente na rodovia.

Nesta segunda-feira (21) foi anunciado mais uma alta no valor do diesel nas refinarias, de 0,97% a partir de terça (22). Na semana passada, foram cinco reajustes diários seguidos. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo. 



A manifestação faz parte de uma mobilização nacional - FÁBIO ROGÉRIO

Nacional

O protesto nacional da categoria foi convocado pela Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) em carta divulgada na sexta-feira (18) a todos os caminhoneiros autônomos do País a participarem da Paralisação Nacional dos Caminhoneiros Autônomos contra os impostos no óleo diesel. "A entidade afirma que a decisão foi tomada após esperar por uma resposta do governo federal, que até o momento, não tomou qualquer iniciativa em relação aos pleitos feitos pela categoria, são eles: a redução da carga tributária incidente sobre operações com óleo diesel a zero, sendo elas as alíquotas da contribuição para PIS/PASEP - e Confins - incidentes sobre a receita bruta de venda no mercado interno de óleo diesel a ser utilizado pelo transportador autônomo de cargas; e torne isentas da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), incidente sobre a receita bruta de venda no mercado interno de óleo diesel a ser utilizado pelo transportador autônomo de cargas", diz em nota.

A Abcam disse ainda que o aumento constante do preço nas refinarias e dos impostos que recaem sobre o óleo diesel tornou a situação insustentável para o transportador autônomo. Além da correção quase diária dos preços dos combustíveis realizado pela Petrobrás, que dificulta a previsão dos custos por parte do transportador, os tributos PIS/Cofins, majorados em meados de 2017, com o argumento de serem necessários para compensar as dificuldades fiscais do governo, são o grande empecilho para manter o valor do frete em níveis satisfatórios.

"Pedimos que todos os caminhoneiros deste País façam a paralisação em suas casas, ou em postos de abastecimento, sempre de forma pacífica e sem prejudicar o direito de ir e vir de outros condutores. Não apoiamos atos de violência, agressões, barricadas nas rodovias ou atos de depredação de patrimônio público", diz a entidade.

Segundo a Abdcam, outras entidades que não fazem parte da categoria de transporte rodoviário de cargas também estão aderindo à paralisação, são elas: União Geral dos Transportadores Escolares (UGTESP), Cooperativa de Turismo do Distrito Federal (COOPETUR), Sindfrete, Unitrans Brasil, Sindicato de Escolares de Pernambuco e Sindicato de Taxistas de São Paulo e Nordeste.

Confira dicas de segurança para aproveitar a Festa Junina de Votorantim

Por Ana Beatriz Serafim e Matheus Fazolin, G1 Sorocaba e Jundiaí

PM e organização vão reforçar as medidas de segurança para os visitantes da tradicional festa. Evento deve atrair milhares de pessoas na Praça de Eventos Lecy de Campos.

Em caso de necessidade, visitantes podem procurar a equipe de segurança da festa (Foto: Divulgação)

Ficar longe de tumultos, planejar a chegada ao evento e ter cuidados com bolsas e celulares podem auxiliar na segurança em lugares onde há grande concentração de pessoas, como a 103ª Festa Junina de Votorantim (SP). Pensando nisso, o G1 separou algumas dicas que podem ajudar os visitantes durante o evento.
Com apresentações de Anitta, Marília Mendonça, Wesley Safadão e outros artistas conhecidos nacionalmente, a festa deve atrair milhares de pessoas na Praça de Eventos Lecy de Campos, entre os dias 6 de junho e 1º de julho.
Em nota, a Polícia Militar informou que vai reforçar o trabalho de segurança e que o número de policiais nos arredores da festa será maior do que no ano passado.
Ao G1, a PM separou algumas dicas para auxiliar na diminuição do número de roubos e furtos no evento. Confira abaixo:

Programe sua chegada com antecedência ao local do evento;
Estacione seu veículo em local seguro ou em estacionamentos credenciados da festa;
Compre apenas convites e ingressos nos postos credenciados da festa;
Evite locais isolados;
Evite falar ao celular enquanto anda e prefira enviar áudios, evite digitar mensagens;
Não aceite provocações de terceiros, peça desculpas e se afaste;
Leve dinheiro suficiente para as despesas e evite realizar pagamentos com notas de alto valor;
Certifique-se de que sua bolsa esteja sempre fechada, transportando sempre à frente de seu corpo;
Certifique-se de que seus filhos saibam seu nome completo, endereço e telefone (se possível escreva um cartão ou marque nas roupas ou objetos).
A organização do evento também informou que haverá equipe extra de seguranças, que as pessoas podem procurar em caso de necessidade. Além disso, o sistema de videomonitoramento será ampliado.
Caso o visitante tenha problemas e precise registrar uma ocorrência, a organização orienta que a pessoa procure a delegacia da Polícia Civil mais próxima ao local da festa, na avenida Reverendo José Manoel da Conceição, 544, bairro Protestantes.
Em caso de perda de objetos e pessoas, os visitantes podem solicitar apoio no palco 2, onde será o local da Rádio Festa.
A 103ª Festa Junina de Votorantim contará com barracas de entidades assistenciais, parque de diversões, shows de diversos artistas e uma novidade: um palco especial para artistas locais, que farão as aberturas dos shows principais.

XV e Votorantim se reencontram na semifinal

Escrito por Líder Esportes

As duas equipes se enfrentam pela terceira vez na Copa Record Feminina
 

Pela terceira vez na temporada, XV/Rezende e Votorantim medem forças pela Copa Record de Futsal Feminino. Nesta terça-feira (22), as duas equipes se encontram no Ginásio do Éden, em Sorocaba, a partir da 21h15. O compromisso é válido pelas semifinais da Série Prata. Para chegar à final, o time piracicabano, comandado pelo técnico Aílton Vieira, terá que quebrar o retrospecto recente contra o rival.

Nos dois duelos anteriores, Votorantim levou a melhor. Na rodada de abertura da fase classificatória da competição, o XV de Piracicaba/Rezende/Selam acabou superado pelo rival, pelo placar de 3×1. Os dois times, porém, não conseguiram chegar à Série Ouro e acabaram se reencontrando nas quartas de final da Série Prata, na última quarta-feira (16). Na ocasião, Votorantim venceu pela contagem mínima: 1×0. A derrota, porém, não eliminou o Alvinegro, que avançou pelo índice técnico.

“O adversário tem qualidade, mas sabemos do nosso potencial. Acredito em uma partida equilibrada, com duas equipes que se conhecem. Os resultados anteriores não terão interferência agora. Apesar das dificuldades que enfrentamos, nós estamos indo bem. O objetivo é a classificação”, afirmou o técnico do time piracicabano, Aílton Vieira.

COPA INTERIOR

Atual campeão e ainda invicto na competição deste ano, o XV/Rezende irá enfrentar Pindamonhangaba nas semifinais da Copa Interior Sub-20, promovida pela LMRFS (Liga Municipal Rioclarense de Futebol de Salão). O jogo de ida está agendado para sábado (26), às 18h, em Pindamonhangaba. A volta segue aguardando definição. Dono da melhor campanha, o time alvinegro fará o segundo jogo em casa. Américo Brasiliense e Taubaté também buscam uma vaga na decisão.

Votorantim recebe Festival de Bandas do “Vizinhos Culturais”

A Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer (Sectur) realiza no sábado (26) o Festival de Bandas realizado pelo Projeto "Vizinhos Culturais". O evento acontece a partir das 15h, no Complexo Urbanístico "José de Oliveira Souza" - Praça Zeca Padeiro. A ação já percorreu os municípios de Alumínio, São Roque, e Mairinque.
O evento contará com a apresentação das bandas Talrak e Canideos (Votorantim), Blucash (São Roque), Pictorica (Mairinque), Salles 72 (Sorocaba) e Nub (Alumínio).
O projeto "Vizinhos Culturais" tem como objetivo de fortalecer as ações culturais entre os municípios da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) e conta com a parceria entre os municípios de Votorantim, Sorocaba, São Roque, Mairinque e Alumínio.
A Praça Zeca Padeiro está localizada na Avenida 31 de Março, ao lado do Paço Municipal, no Centro. Mais informações pelo telefone (15) 3243-1191.

A.I. PMV

domingo, 20 de maio de 2018

Feirão em shopping terá oferta de 5.900 imóveis

Jornal Cruzeiro do Sul
Ana Cláudia Martins

Visitantes poderão tirar dúvidas de como adquirir a casa própria; salão ocorre de 25 a 27 de maio - EMIDIO MARQUES / ARQUIVO JCS (15/5/2016

O 10º Salão de Imóveis de Sorocaba, que será realizado de 25 a 27 de maio no shopping Iguatemi Esplanada, deve movimentar R$ 48 milhões. O evento tem patrocínio da Caixa e serão ofertados 5.900 imóveis novos e usados em Sorocaba e cidades da região. A expectativa da organização é que mais de 8 mil pessoas visitem a feira nos três dias.

A superintendente regional da Caixa, Celia Marisa Molinari de Mattos, avisa que o banco melhorou as condições no financiamento para pessoa física. "O limite de cota de financiamento do imóvel usado subiu de 50% para 70%. A Caixa também retomou o financiamento de operações de imóveis com produção financiada por outros bancos, com cota de até 70%", afirma. A feira é uma oportunidade para as famílias realizarem o sonho de adquirir a casa própria, diz Celia.

"Neste ano, o evento de Sorocaba contará com mais de 17 construtoras e cerca de 20 correspondentes imobiliários Caixa, que ocuparão os estandes do evento", segundo a superintendente regional da Caixa.

Entre os apartamentos e casas que serão ofertados na feira, o valor médio gira em torno de R$ 180 mil. Em Sorocaba, o valor do teto de imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida é de R$ 230 mil. Celia ressalta que a Caixa também reduziu em até 1,25% as taxas de juros do crédito imobiliário utilizando recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Com isso, as taxas mínimas passaram de 10,25% ao ano para 9%, no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 11,25% ao ano para 10%, em imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI).

Para requerer o crédito pela Caixa para a casa própria durante a feira, o interessado deve apresentar o documento de identidade, o CPF e comprovante de renda. Todas as agências do banco estão disponíveis no site www.caixa.gov.br ou pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (0800 726 0101).

Na sexta-feira, dia 25, o horário do Salão de Imóveis será das 18h às 22h; no sábado (26), das 10h às 22h, e no domingo (27), das 14h às 20h. Os estandes serão montados na ala sul do shopping, que fica no Parque Campolim, na divisa com Votorantim.

Bom momento

Para o diretor regional do Sindicato da Habitação (Secovi-SP) em Sorocaba, Guido Cussiol Neto, o momento é ideal para a compra de imóveis na cidade porque a oferta está maior que a demanda e com isso os preços estão melhores. Segundo ele, o feirão da Caixa é uma oportunidade para quem está em busca da casa própria a fim de sair do aluguel.

Guido Cussiol afirma ainda que o mercado imobiliário em Sorocaba e região ainda não está totalmente aquecido, apesar da inflação baixa e da redução nas taxas de juros.

Potencial de consumo eleva Sorocaba para 27ª posição no ranking nacional

Jornal Cruzeiro do Sul
Larissa Pessoa

Cidade atrai grandes redes de varejo, mas média de consumo per capita recuou de 2017 para 2018 - EMIDIO MARQUES / ARQUIVO JCS (1/8/2017)

Sorocaba aparece como a 7ª cidade do Estado de São Paulo com maior potencial de consumo para 2018, segundo ranking elaborado pelo IPC Maps, da IPC Marketing Editora. Os sorocabanos, segundo o estudo, consumirão, até o final deste ano, cerca de R$ 18 bilhões. No ranking nacional, Sorocaba subiu duas posições, passando de 29ª em 2017 para 27ª no estudo mais recente. Na comparação com o ano passado verifica-se um crescimento de R$ 1,2 bilhão e os principais responsáveis pelos gastos da população são a manutenção do lar e a alimentação.

O maior potencial de consumo está na capital paulista, primeira no ranking estadual e nacional. Moradores da cidade São Paulo devem consumir R$ 348,7 bilhões este ano. Em seguida, no Estado, aparece Campinas, com estimativa de R$ 37,6 bi. Guarulhos, Santo André, São Bernardo do Campo e Ribeirão Preto também estão à frente de Sorocaba no estudo do IPC Maps.

Depois de Sorocaba, entre as cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), aparece Itu, na 44ª colocação estadual. Itapetininga também está no ranking como a 51ª cidade paulista com maior potencial de consumo. Salto ocupa a 64ª posição, próximo de Tatuí, na 66ª. Votorantim, segundo o estudo, deve consumir R$ 3,3 bilhões, ocupando a 68ª posição.

O levantamento da IPC Marketing utiliza como base para os dados de fontes oficiais, como o IBGE, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o Ministério da Fazenda.

Pelo estudo, a classe B sorocabana desponta como a de maior potencial de consumo no município, com participação de 51,9%. Em valores, essa classe deverá consumir até o final deste ano R$ 9,2 bilhões. Já a classe C teve uma redução na participação, caindo de 35% em 2017 para 30,1% neste ano, com um potencial de consumo da ordem de R$ 5,3 bilhões.

Ou seja, as duas classes somadas representam mais de 82% de todo o bolo da população com poder de compra. A média de consumo per capita, entretanto, recuou em comparação ao ano passado, passando R$ 28,9 mil no ano para R$ 27 mil. De acordo com o economista Antonio Carlos Moreira, essa redução na média de consumo pode ser atribuída a uma maior cautela do consumidor, que mesmo diante de sinais de recuperação da economia.

A classe D/E de Sorocaba deverá consumir neste ano R$ 621,9 milhões, o que é quase metade do que foi estimado pelo IPC Maps no ano passado, quando chegou a R$ 1,1 bilhão. O potencial de consumo dessa classe volta a ser semelhante ao de 2016, quando chegou a R$ 578 milhões.

O potencial de consumo da classe A tem crescimento pelo terceiro ano consecutivo. Em 2016 o valor chegou a R$ 1,9 bilhão, no ano seguinte foi de R$ 2,1 bilhões, enquanto que em 2018 os mais ricos devem consumir R$ 2,6 bi. "Essas estimativas apontam que a crise econômica que o País enfrentou não foi sentida com tanto sofrimento pelas classes mais abastadas e sim afetou a população mais pobre, que teve seu poder de compra reduzido", afirma Moreira.

Embora algumas classes tenham sofrido redução na estimativa de potencial de consumo, o economista aponta que, no geral, Sorocaba apresenta uma boa projeção boa, que coloca a cidade como um foco para novos investidores.
Dinheiro vai para comida e casa

Os dois principais destinos do dinheiro do sorocabano são os básicos: manutenção do lar e alimentação. Segundo o IPC Maps, serão desembolsados na cidade R$ 4,8 bilhões apenas com itens para manter a casa e esse gasto é R$ 1 bi maior que no ano passado. Em seguida, vem a alimentação no domicílio, no valor de R$ 1,4 bilhão. Em 2016, esse item consumiu R$ 1,8 bilhão do orçamento do sorocabano.

Comer fora de casa deve representar mais de R$ 1,1 milhão. No ano passado, o gasto com esse item era estimado em R$ 873 mil. Gastos com veículo próprio superam tanto medicamentos quanto saúde, chegando a R$ 929 mil. O sorocabano, segundo o estudo, também deve gastar R$ 117 mil em fumo e R$ 210 mil em bebidas ao longo de 2018.

Poder de compra coloca Sorocaba no foco de investidores - ERICK PINHEIRO / ARQUIVO JCS (11/7/2016)

Votorantim é notificada pelo Ministério da Saúde sobre as duas Unidades de Pronto Atendimento

Jornal Ipanema

UPA- do Parque Jataí - em Votorantim está abandonada

A Prefeitura de Votorantim recebeu um parecer técnico da Coordenadoria de Urgência e Emergência do Ministério da Saúde, não acatando o pedido de cancelamento das portarias que desabilitaram as duas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), do Jardim Paulista e do Parque Jataí, que se encontram fechadas desde 2014.

O parecer da Coordenadoria, datado do último dia 7, foi postado junto aos Correios em Brasília no dia 10 e chegou na sexta-feira (18) pela manhã ao Gabinete do Prefeito e se refere à unidade do Jardim Paulista. Quanto à unidade do Parque Jataí, a Prefeitura ainda não recebeu o ofício correspondente mas, em contato junto à Coordenadoria, foi informada de que o pedido também não teria sido acatado.

Embora aguarde a chegada oficial do mesmo e, diante dos fatos novos que surgem em relação às UPAs, o prefeito Fernando de Oliveira Souza destaca que apresentará recurso junto ao Ministério, visando recuperar as unidades. “Por um equívoco administrativo, alheio ao Gabinete, fomos surpreendidos com a desabilitação das UPAs no início deste ano, mas quero tranquilizar a todos e reforçar o nosso posicionamento pois estamos lutando e lutaremos até o fim para abrir os prédios para atendimento da população”, destaca o prefeito.

Além do recurso que será encaminhado na semana que vem em Brasília, o prefeito está solicitando apoio de parlamentares em Brasília, em defesa dos interesses da saúde do município. “Reforçamos nossos contatos na Câmara e no Senado, buscando a ajuda necessária para a solução desta importante demanda de Votorantim”, explica Fernando.

O caso das UPAs

Os prédios das UPAs do Jardim Paulista e do Parque Jataí foram aprovados pelo Ministério da Saúde em 2012, finalizados em 2014 e desde então abandonados, a exemplo do que ocorre em mais de 200 municípios brasileiros.

Inicialmente o governo municipal chegou a cogitar a possibilidade de devolução dos mesmos ao governo federal, diante dos altos custos de manutenção das UPAs e do cenário econômico que assola o país e impacta diretamente os municípios, tanto que preparou a documentação mas optou por aguardar pois em agosto de 2017 o senador José Serra se prontificou em ajudar Votorantim e os municípios que se encontram nessa situação, com UPAs construídas e sem condições financeiras de viabilizar o funcionamento.

Mas enquanto a Prefeitura passou a aguardar esta ajuda do Senado, o pedido do cancelamento das mesmas acabou sendo enviado ao Ministério da Saúde diretamente pelo ex-titular da secretaria municipal da Saúde, gerando o equívoco e a consequente desabilitação, motivo pelo qual o gabinete do Executivo imediatamente solicitou ao Ministério o cancelamento desta desabilitação, agora negada pela Coordenadoria. Para a atual administração, a destinação adequada e abertura dos mesmos é prioridade.

Ouça a Rádio Cultura Votorantim