domingo, 21 de dezembro de 2014

Leia na íntegra a 99ª edição da Gazeta de Votorantim

Gazeata de Votorantim 99 by Taryn Fox

Justiça recua e Votorantim poderá ficar sem o Fórum

Área repassada à Justiça para construção do novo Fórum de Votorantim


Depois de pressionar pela doação de uma área para construção de um novo Fórum para Votorantim, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) mudou de posicionamento e agora diz que não tem dinheiro para a obra.
Esse novo cenário deixou os vereadores votorantinenses indignados pois, na época, se sentiram pressionados para assinarem a doação de um terreno público no centro da cidade, avaliado em mais de R$ 10 milhões, e que agora não terá destinação para a qual foi doado.
Esse fato provocou a elaboração do Requerimento 636/14, de autoria do presidente da Casa, Heber Martins (PDT), cobrando explicações da Justiça sobre a mudança dos planos e uma possível devolução da área ao município.
No documento o autor sugere que o Governo Estadual assuma a construção já que o terreno foi doado à Fazenda Pública do Estado para que seja repassado à Justiça. Heber Martins também sugeriu a criação de uma Comissão com representantes dos três poderes para discutir o problema e entrar num consenso.

Entendo o caso
No segundo semestre de 2013 a Câmara de Votorantim recebeu um comunicado do TJSP afirmando que o Poder Judiciário Estadual tinha uma proposta de construção de um novo e moderno Fórum para a cidade. Em setembro de 2013 ocorreu uma reunião no Legislativo com a participação dos vereadores e a presença do Juiz Dr. Jayme Walmer de Freitas, interlocutor do TJSP. Nessa ocasião, o magistrado garantiu que a Justiça tinha mais de R$ 1 bilhão para construção dos novos Fóruns no interior do Estado, bastando que os municípios doassem as áreas. Um grupo de vereadores iniciou o trabalho de estudar a proposta, apontar uma área para viabilizar a construção. Houve sobrevoo de helicóptero para detalhar melhor os terrenos, porém, a Justiça já havia escolhido. Tratava-se da área onde hoje funciona a Secretaria Municipal de Serviços Públicos (onde funcionava a antiga empresa Guitte).
Por entender que o local em questão era muito valorizado e que também não teria espaço para uma expansão no futuro, já que o centro da cidade está congestionado, a Comissão de vereadores apontou outra área, próxima à rodovia SP-79, acesso 103, na região do Mirante dos OVNIs. Porém, os representantes do judiciário mostraram-se irredutíveis pela troca, e informaram que o prefeito Erinaldo Alves da Silva já havia concordado em doar a área central de quase 15 mil metros quadrados à Justiça. Na época, Heber Martins lembrou, durante a reunião, que essa área já havia sido doada pelo município a uma empresa em 1973 e precisou ser comprada pela Prefeitura em 2002 ao preço de R$ 1,5 milhão, pois o local estava abandonado.
Com a afirmação de que se a referida área não fosse doada, Votorantim perderia a condição de receber um novo Fórum, os vereadores aprovaram o Projeto do Executivo Municipal.
Depois disso ninguém mais tocou no assunto e isso intrigou o presidente da Câmara, Heber Martins, que buscou neste ano de 2014, várias informações junto à Justiça local e Estadual, sobre informações a respeito da construção do novo Fórum. Diante das informações desencontradas, Heber Martins elaborou o ofício 070/2014 e entregou-o em mãos ao presidente do TJSP, Dr. José Renato Nalini.
E na data de 04 de setembro passado, chegou o ofício 1.356/14, do TJSP, afirmando que "o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo não tem condições de assumir edificações, seja por inexistência de verba no orçamento de 2014, seja por impossibilidade de utilização do sistema de Parcerias Público-Privada de parte do Poder Judiciário".
Para completar o seu posicionamento, o magistrado ainda manifestou-se pelo tuíter, onde escreveu: "Há municípios que edificam Fórum por sua conta, outros pedem ao empresariado, a bancos, a usineiros e a concessionárias. Justiça é para todos" (sic).



Assessoria da Presidência
Heber de Almeida Martins
Vereador - Votorantim/SP



Votorantim assiste hoje 'Tributo a Elton John'

Diário de Sorocaba
 
'Cover' oficial de Elton John apresenta-se cantando sozinho e tocando piano (Foto: Divulgação)
 
 
Os votorantinenses e amantes da boa música de cidades da região têm a oportunidade de acompanhar na noite deste domingo (21) um show mais do que especial, a partir das 20 horas, na Praça de Eventos "Lecy de Campos", o  "Tributo a Elton John", ao vivo. A produção artística e musical será o destaque da noitada e o público poderá conferir grandes sucessos em homenagem a um dos maiores ídolos da música pop mundial, com o cover oficial de Elton John no Brasil, reconhecido pelo fã clube Elton John's Corporation.
 
O Show Elton John Cover foi montado na década de 90 e é apresentado, desde então, por Rogério Martins. Trata-se de feita uma perfeita caracterização no visual do personagem, onde o intérprete canta sozinho e toca piano em uma extraordinária execução, em uma apresentação única, só acompanhado por seus playbacks com imagens e clips simultâneos, numa performance de total interatividade com o público.
 
O show é realizado totalmente ao vivo com a banda que compõe o espetáculo, tendo na formação bateria, baixo, guitarra teclado e percussão, também com imagens sincronizadas no telão. Show ideal para lugares maiores com grande plateia.
 
A entrada é franca.
 
'NOITE DA VIOLA CAIPIRA' - Por outro lado, nesta segunda-feira (22), a Praça de Eventos "Lecy de Campos" será animada pela `Noite da Viola Caipira'. E na terça-feira (23), encerrando o projeto "Viva Natal!", da Secretaria da Cultura, Turismo e Lazer da Prefeitura de Votorantim, o palco da Praça de Eventos terá o uma edição do "Samba em Família Especial".
 
As apresentações acontecem a partir das 20 horas.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Prefeitura de Votorantim assume manutenção de iluminação pública em 1° de janeiro de 2015

Autorização de início de serviços para empresa que venceu licitação foi assinada nesta sexta-feira

O prefeito de Votorantim, Erinaldo Alves da Silva assinou na tarde desta sexta-feira (19), a Ordem de Início de Serviços do contrato com a empresa ER Empreendimentos que fará a manutenção dos pontos de iluminação pública do município. A assinatura ocorreu no gabinete do prefeito e contou com a participação de representantes da empresa e do Secretário de Obras e Urbanismo, Marco Pontes. O valor é de R$ 961.298,78/ano. São 8.478 pontos aéreos e 2.000 subterrâneos.

Conforme determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), as prefeituras deveriam ter assumido toda a manutenção da iluminação pública de seus municípios no inicio deste ano, porém, o prazo foi prorrogado para 1° de janeiro de 2015. Segundo o prefeito Erinaldo, durante esse tempo foram tomadas as providências necessárias, para adequação às novas exigências e processo licitatório de contratação de empresa especializada. "A opção pelo serviço terceirizado foi em razão de a prefeitura não ter condições de manter uma equipe própria para essa finalidade. Os serviços de manutenção tanto da iluminação aérea, quanto da subterrânea devem ganhar mais agilidade e eficiência", completa o prefeito.


Secom Votorantim

Centro do Idoso tem almoço festivo para encerrar o ano

A sexta-feira (19) foi especial para os frequentadores da Centro de Atendimento do Idoso de Votorantim que encerraram as atividades de 2015 com um almoço festivo e confraternização no Shopping Panorâmico. O passeio foi organizado pela Prefeitura e a equipe do Rotary Club Votorantim Integração, parceiro permanente da unidade. O Centro do Idoso atende idosos de segunda a sexta-feira, o ano todo com atividades lúdicas, culturais, terapia ocupacional e uma programação preparada para exercitar a mente, as habilidades e elevar a autoestima dos idosos com as companhias e amizades.

O almoço foi oferecido pelo Restaurante Dom Vitório e teve o cardápio e o atendimento aprovados pelos participantes. Gracira Correa Gomes, de 76 anos, elogiou e agradeceu a iniciativa dos colaboradores. "Ficamos muito felizes com os passeios e hoje está muito agradável, tudo muito gostoso", comentou. Benedito Correa Santos, de 80 anos, conhecido como Benê, também estava satisfeito e disse que gosta de passar o dia no Centro do Idoso, mas os passeios são sempre interessantes.

O presidente do Rotary Club Votorantim Integração, Nelson José Fontanesi, recepcionou a todos em seu próprio restaurante e fez questão de acompanhar o atendimento e garantir o conforto dos convidados. Saladas, massas, carnes de vários tipos, sucos e sobremesa foram servidos e no final, houve a visita do Papai e da Mamãe Noel para alegrar a todos. "É uma grande satisfação poder participar e dar essa alegria para eles. Participo de outras ações durante o ano, mas o período do Natal é sempre especial", comentou Fontanesi.

O Centro do Idoso é mantido pela Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria da Cidadania e Geração de Renda e a secretária, Ana Criguer, esteve presente para desejar a todos os frequentadores um bom final de ano, com prosperidade e paz. Segundo ela, o encontro proporcionado pelos amigos do Rotary foi uma oportunidade de comemorar o encerramento de um ano de muito trabalho em que o Centro do Idoso teve muitas atividades úteis, produtivas e importantes.

Aula de pintura com a Ong Pintura Solidária, comemoração pelo Dia da Avó, Dia das Mães, Dia dos Pais, oficinas artísticas, passeios, dia da beleza uma vez por mês, foram algumas das realizações deste ano na unidade. "Agradecemos ao prefeito Erinaldo Alves da Silva pelo apoio, à equipe do Centro do Idoso e da Cidadania pela dedicação e pelo trabalho realizado, aos idosos pela presença e aos parceiros pela ajuda", comentou a secretária Ana Criguer. Com o recesso de três semanas para o período de férias, o Centro do Idoso retoma as atividades no dia 12 de janeiro.

Neste período, a secretária informa que serão feitas algumas melhorias no imóvel, reparos e consertos. Também está previsto para janeiro o início de uma obra que será executada pelo Rotary Club Votorantim Integração, Rotary Club Boa Vista e pelo Fundo Distrital do Rotary Internacional. "O projeto já está pronto e aprovado, vamos construir um quiosque com oito metros de diâmetro e uma horta totalmente adaptada às necessidades dos idosos, será uma horta elevada para que eles não precisem se abaixar para plantar", explicou Josy Brito, do conselho diretor do Rotary Integração.

Ela comentou que os recursos foram obtidos em eventos promovidos pelos dois clubes parceiros e houve um complemento subsidiado pelo Fundo Distrital. "Muitas pessoas contribuíram para que esse projeto desse certo. Agradecemos a todos", finalizou Fontanesi. Outros diretores do Rotary Clube Integração também estiveram presentes no almoço para o Centro do Idoso, como a diretora Maria Alice Araújo Silva.

Secom Votorantim


Vasco da Gama desiste da disputa e Sport Club Recife confirma participação

O Sport Club Recife confirmou nesta sexta-feira (19) a participação na 20ª Copa Brasil de Futebol Infantil. O clube irá assumir a vaga deixada pelo Vasco da Gama que optou por não participar alegando problemas de reestruturação devido ao período de transição da diretoria. A organização do torneio informa que o clube fará parte do grupo B, lembrando que o sorteio para os confrontos ocorreu na última semana.

O jogo de abertura da competição será no dia 15 de janeiro, às 20h, no estádio Municipal, entre São Paulo e Atlético Mineiro. Com a desistência do Vasco da Gama os grupos com as dezesseis equipes serão os seguintes. No grupo A, São Paulo/SP, Votorantim, Atlético Mineiro/MG e Coritiba/PR. Grupo B, Corinthians/SP, Sport Recife/PE, Internacional/RS e Figueirense/SC. Grupo C, Santos/SP, Flamengo/RJ, Grêmio/RS e Bahia/BA. Grupo D, Palmeiras/SP, Botafogo/RJ, Cruzeiro/MG e Vitória/BA.

Considerado um dos principais torneios do país na categoria sub-15, a edição de 2015 será realizada de 15 a 25 de janeiro.

Para acompanhar as novidades da 20ª Copa Brasil de Futebol Infantil, pode acessar o perfil no Facebook www.facebook.com/copabrasilinfantilvotorantim.


Secom Votorantim

Ocorrência

Flagrante de Furto

Em 18 de dezembro, às 19h46, no município de Votorantim, os Policiais Militares Soldados Pedrosa e Santos, após acionados diretamente por uma vítima de furto, alegou que um indivíduo adentrou a seu comércio e subtraiu uma camiseta, colheram as informações e como o indivíduo já é conhecido nos meios policiais, começaram a patrulhar com vista e o localizaram e após um breve diálogo confessou a autoria do furto. Destarte, dados e partes conduzida à delegacia onde foi elaborado o boletim de ocorrência de Furto, sendo José Henrique Macedo Cunha encaminhado ao CDP de Sorocaba, indiciado possui passagem criminal por furto e roubo.

SEÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
QUADRAGÉSIMO BATALHÃO DE POLICIA MILITAR DO INTERIOR
VOTORANTIM - SP

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

UBS Itapeva faz festa para 450 crianças

Funcionários da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Itapeva, em Votorantim realizaram na quarta-feira, dia 17, uma festa para comemorar o Natal com 450 crianças da região. O Papai Noel esteve presente para entregar saquinhos com doces para as crianças e tudo foi organizado com senhas e muita alegria pela equipe da unidade.

Para promover o evento, o grupo contou com doações e a ajuda de funcionários da Secretaria da Saúde e amigos que colaboraram e até participaram das atividades. O escriturário Eduardo Santos Proença explica que a festa já é tradicional e esperada pelas crianças, mas a cada ano é sempre mais especial pela união de esforços que dá o real sentido do Natal.

Secom Votorantim


Vacinação contra paralisia e sarampo prossegue até 31 de dezembro

Para menores de 5 anos


Pais e responsáveis que ainda não vacinaram as crianças contra a Paralisia Infantil e o Sarampo têm até dia 31 de dezembro para procurar uma das 13 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Votorantim.

A campanha teria sido encerrada na última sexta-feira, dia 12, mas, por recomendação do Ministério da Saúde, municípios podem prorrogar o atendimento até o final do ano. Em Votorantim, o atendimento é feito nas UBSs de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Excepcionalmente nos dias 24 e 31 de dezembro, o expediente será até 12h e no dia 25 não haverá atendimento.

A dose contra a Poliomielite é indicada para crianças com mais de seis meses e a vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, caxumba e rubéola, é para maiores de um ano. Em ambos os casos o limite da faixa etária vai até os cinco anos incompletos, ou seja, devem ser vacinadas as crianças menores de cinco anos, até quatro anos, onze meses e 29 dias.

Desde o início da campanha, no dia 08 de novembro, 5.887 crianças foram vacinadas contra o Sarampo em Votorantim, atingindo a meta de 95% de cobertura determinada pelo Ministério da Saúde. No caso da Poliomielite, até o momento 87% das crianças foram imunizadas, com 6.136 doses aplicadas.

Os pais e responsáveis não devem deixar de cumprir o compromisso importante de proteger os filhos contra essas doenças. Ao comparecer às UBSs é necessário levar a carteira de vacinação da criança para conferência e registro das doses.

Secom Votorantim

--

Papai Noel espera as crianças na Praça de Eventos até dia 23

Se as crianças adoram conversar e fazer pedidos para o Papai Noel, os adultos também aproveitam a oportunidade para fazer fotos e registrar a magia que envolve essa época do ano. Em Votorantim, a programação Viva Natal preparada pela Prefeitura vai até dia 23 de dezembro e tem uma área toda dedicada ao Papai Noel que recebe as famílias todas as noites a partir das 19h.

Quem passa pelo local vê as crianças ansiosas, mas também observa adultos aproveitando o momento e todo o cenário decorado para fazer fotografias e guardar de recordação. A manicure Priscila Vieira Galli, levou o filho Felipe, de 10 meses para visitar o Papai Noel. O primeiro ano, do primeiro filho, segundo ela, tem uma energia especial. "Queremos registrar tudo para ele ver quando crescer e é bonita a magia dessa época e, com criança, tudo fica melhor", comentou Priscila orgulhosa de Felipe ter ficado calminho mesmo com tanto movimento.

A dona de casa Marilza Francelina da Silva, moradora do Jardim Serrano, fotografou o filho Breno, de 6 anos, que desejava fazer o pedido de um presente para o Papai Noel. "Eu pedi a cidade do Bob Esponja", contou Breno antes de correr pelo espaço que está todo decorado. Toda iluminada e colorida, a Vila do Papai Noel tem vários componentes que chamam a atenção das crianças, preparados para preencher a expectativa do universo infantil, com soldadinhos de chumbo, carrocel, árvores e as ajudantes do bom velhinho.


Secom Votorantim


Informação Livre

Notícia publicada na edição de 18/12/14 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 003 do caderno A


FáBIO ROGéRIO

Trituradora e caminhonete - O prefeito de Votorantim, Erinaldo Alves da Silva (PSDB), assinou ontem convênios para aquisição de uma trituradora de galhos e uma caminhonete para a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, por meio do Fundo Estadual de Prevenção e Controle de Poluição (Fecop), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Os recursos são destinados preferencialmente aos 50 primeiros municípios classificados no programa VerdeAzul, como é o caso de Votorantim. O secretário municipal de Meio Ambiente, Carlos Alberto Leite, informou que a opção pelo triturador foi por conta da demanda de serviços de manutenção de arborização urbana. A caminhonete será empregada na patrulha Verde e Operação Mata Fogo.

Cantata Natalina emociona público na Praça Lecy de Campos

Crianças e jovens cantando clássicos de natal e mostrando o que aprendem em projetos sociais foram as atrações desta quarta-feira, dia 17, na programação Viva Natal, em Votorantim. Pelo segundo ano, a Cantata Natalina agradou ao público e ganhou muitos aplausos em uma noite agradável para o passeio em família e para a visita à vila do Papai Noel, que está instalada na Praça de Eventos Lecy de Campos. Até dia 23 de dezembro, há atividades no local todas as noites, a partir das 19h e apresentações culturais às 20h.

Nesta quarta-feira, a atração foi dupla com o Coral Proame Votorantim e o Coral Lar Espaço Feliz, de Tatuí, ambos sob a regência de Luís Gustavo Laureano. Os dois coros dividiram o palco e apresentaram canções separadamente e de maneira conjunta. Algumas das músicas executadas foram Tocam os sinos, Pinheirinhos, Noite Feliz, Mensagem de Natal e Glória a Deus nas alturas.
Em algumas canções, os grupos tinham coreografias e houve canto solo de participantes para encantar ao público.

O Coral Proame surgiu em 2013, com crianças e jovens atendidos pelo Programa de Amparo ao Menor, mantido pela Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria da Cidadania e Geração de Renda (Seci). Este ano, as aulas de canto fizeram parte das atividades da unidade do Proame localizada no Conjunto Mário Augusto Ribeiro (Promorar). A Cantata Natalina encerrou o ciclo de ensaios oferecendo à comunidade a oportunidade de conhecer o trabalho que vem sendo feito, evitando que crianças e jovens fiquem nas ruas e proporcionando o aprendizado do canto.

O coral do Projeto Lar Espaço Feliz é mantido pelo Lar Donato Flores e Conservatório de Tatuí. As atividades foram iniciadas em 2003 e , desde então, mais de 600 meninas já passaram pelo grupo musical, participando de apresentações em escolas, entidades, empresas e em eventos públicos. Atualmente o Lar atende 150 meninas e a apresentação em Votorantim contou com cinquenta integrantes do coral. A coordenadora Ana Feltrin explica que a entidade atende crianças e jovens de 10 a 18 anos, no contraturno escolar com um trabalho socioeducativo e voltado à proposta do menor aprendiz. Além do canto, o Lar oferece oficinas de judô, dança, informática, entre outras atividades.


Secom Votorantim

Ocorrência

Condenado Capturado

Em 18 de dezembro, às 02h45, no município de Votorantim, os Policiais Militares da Força Tática Sargento Marino, Cabo Campos e Soldados Cruz e Martins, durante patrulhamento na rua Décio Pereira de Camargo – Jardim Serrano, avistaram um individuo em atitude suspeita e na abordagem nada de ilícito foi encontrado, porém após pesquisa via PRODESP, Rogério Henrique de Campos Junior, constava como procurado pelo crime de tráfico de drogas. Diante dos fatos, indiciado conduzido à delegacia onde foi elaborado o boletim de ocorrência de Captura de Procurado, permanecendo à disposição da justiça.

SEÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
QUADRAGÉSIMO BATALHÃO DE POLICIA MILITAR DO INTERIOR
VOTORANTIM - SP

Parceria pode equacionar o trânsito no Trevo da Morte

Jornal Cruzeiro do Sul
Fernando Guimarães


a foto divulgada pela prefeitura, destacam-se os desenhos dos novos contornos das rotatórias - DIVULGAÇÃO / PREFEITURA DE SOROCABA



A rotatória existente sob o viaduto da rodovia Raposo Tavares, conhecida como Trevo da Morte, próximo ao Shopping Panorâmico, deverá estar modificada até o final do primeiro semestre do ano que vem. Obras de readequação, com o fechamento da rotatória, mas com a manutenção das alças de acesso e da passagem por baixo da rodovia na ligação entre Sorocaba e Votorantim e a criação de duas novas rotatórias afastadas do trevo, estão previstas nos projetos de reestruturação daquele sistema elaborados pelas duas prefeituras, tudo com o objetivo de solucionar os problemas enfrentados todos os dias pelos usuários, como acidentes e congestionamentos, em especial, nos horários de pico. Uma parceria da Prefeitura de Sorocaba com a empresa Alavanca permitirá a intervenção pelo lado de Sorocaba. No outro lado, o prefeito de Votorantim participou ontem de uma reunião na Secretaria de Estado de Logística e Transportes para pedir ajuda do governo estadual para as obras votorantinenses.

Por meio de um projeto urbanístico desenvolvido pela construtora Alavanca, como forma de compensação de impacto pelas obras que vem realizando de um empreendimento localizado perto da rodovia, será implantada uma nova rotatória, desativando definitivamente o acesso da atual. A princípio, essas mudanças ocorrerão pelo lado de Sorocaba. A desativação do Trevo da Morte será feita em duas fases: uma rotatória adicional será implantada antes da atual e servirá para os retornos necessários de quem está na avenida Deputado Juvenal de Campos nos dois sentidos de direção; e próximo do Trevo da Morte, onde hoje existe a alça de acesso para a marginal da rodovia, no sentido interior, ela permanecerá, mas será vinculada à avenida Francisco Moron Fernandes, que foi pavimentada e urbanizada pela Alavanca. "Essa ligação ajudará também a desafogar o trânsito no trevo de entrada do Campolim", observa o empresário Elias Steffen, um dos diretores da construtora.

A empresa vai arcar com os custos do projeto e com as obras. "Estamos na fase de levantamento de custos e de cronograma. Não é para ser demorado. Haverá desapropriações para adequação do sistema viário", afirma Steffen. O secretário-chefe do Gabinete do Poder Executivo (GPE), Rodrigo Maldonado, confirma as desapropriações, mas informa que é pouca coisa: "Serão poucas desapropriações. Uma delas é a retirada de um muro e a outra é uma área. Ainda não temos os custos, mas será pouco e não deverá atrapalhar nas obras". As obras devem começar já em janeiro de 2015. Além de fazer a urbanização da avenida Francisco Moron, no Jardim Santa Fé, Steffen disse que foram doados 20 mil metros quadrados de área de parque para a prefeitura. "Estamos levando desenvolvimento para aquela região que até então estava esquecida em Sorocaba", observa o empresário. Naquela região, há um pátio de guincho e também uma madeireira que deverão permanecer no local.

Do outro lado

Em Votorantim, o prefeito Erinaldo Alves da Silva (PSDB) corre atrás de parcerias com o governo estadual ou com a iniciativa privada para executar as mesmas ações na parte do Trevo da Morte de responsabilidade votorantinense. A cidade está sem dinheiro e precisa de apoio, de parcerias, para acompanhar a ação que será feita em Sorocaba. Ontem, a deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB) e o prefeito Erinaldo participaram de uma reunião com o secretário de Estado de Logística e Transportes, Clodoaldo Pelissioni, para discutir, entre outras coisas, a respeito do Trevo da Morte. De acordo com a parlamentar, a reunião foi positiva. O secretário gostou do projeto feito pela Prefeitura de Votorantim e afirmou que está dentro das normas e projetos realizados pela secretaria e decidiu encaminhá-lo à Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

"Esse é o primeiro passo para a execução das obras. Na agência, serão calculadas todas as ações e os gastos necessários envolvidos. A partir disso, o processo passará para a parte prática de realização, o que esperamos que ocorra já no início do ano", diz a deputada, que fez considerações ao secretário sobre a importância e urgência da obra. Erinaldo referendou as argumentações da parlamentar e diz-se otimista: "Queremos que haja uma solução breve para a situação e mostramos isso ao secretário, porque a nossa população passa por riscos todo dia naquele local e também porque a obra vai nos ajudar a agir sobre os problemas do trânsito a partir dali". Nesta semana, o prefeito informou, durante o Jornal da Cruzeiro Primeira Edição, transmitido pela Cruzeiro FM 92,3, que manteve contato também com a diretoria da Alavanca, e que está em conversação, porém, nada definido.

Há duas rotatórias na avenida 31 de Março, entre o trevo e a base do Corpo de Bombeiros, que precisam ser readequadas. Uma delas permanecerá, mas isso ainda não está definido. "Preciso correr para tentar acompanhar Sorocaba, porque se não eu é que vou começar a ser cobrado", comenta Erinaldo. O prefeito também apresentou outras reivindicações, como a pavimentação de oitocentos metros da Estrada Velha do Lageado, em frente ao Sesi de Votorantim, da divisa de Sorocaba até o limite com a avenida Cláudio Pinto Nascimento. "Deverá ser feita uma pista de dez metros com acostamentos laterais e iluminação, oferecendo um novo acesso aos motoristas", diz Erinaldo. Foi apresentado, também, o maior pleito considerado por ele: as obras do anel viário que, segundo Erinaldo, já deveria ter sido publicado edital para a contratação de projetos.

Império versus empório

REVISTA EXAME

São Paulo - Desde que abriu as portas, há cinco anos, o Empório Alto dos Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, tornou-se um reduto da cerveja complicada. O incauto que pedir um chope e dois pastéis vai se surpreender quando o garçom disser que o bar não vende pastéis, mas que o cliente pode escolher entre 33 tipos de chope — com ingredientes como coentro, pitanga, bacon e abóbora.

Cervejas à venda são mais de 800. Talvez seja o maior símbolo nacional do fenômeno que está mudando a cara da indústria cervejeira no mundo: a ascensão das cervejas especiais, aquelas que não contêm cereais não maltados, geralmente usados para reduzir o custo e suavizar o gosto da bebida.

O bar atrai uma clientela cheia de convicções. Tomar uma cerveja popular como Skol, Brahma ou Itaipava é crime. Chega a ser natural que, para os fiéis frequentadores do empório, o “Grande Satã” seja a empresa que mais vende cerveja no Brasil — a Ambev.

Não foi sem surpresa, portanto, que Paulo Almeida, dono do empório, começou, de três anos para cá, a receber a visita de executivos da maior cervejaria do país. Eram gerentes e diretores enviados para observar o ambiente, bater papo com os clientes e, pasme!, provar as cervejas — uma transgressão para uma empresa que já demitiu um funcionário por tomar Coca-Cola no churrasco de fim de ano.

O objetivo das visitas exploratórias ficou claro no início de dezembro. Pela primeira vez, a Ambev lançou uma linha de três chopes artesanais com ingredientes como jabuticaba e pimenta-rosa. Cada copo custa até 13 reais. Em 2015, a nova linha será engarrafada. “Há uma curiosidade sobre outros estilos de cerveja”, diz a mestre cervejeira Daniela Dezordi, destacada para produzir a nova linha.

Se tudo der certo, em um ano a Ambev terá vendido 1 milhão de litros das novas cervejas especiais. É quase nada se comparado aos 12 bilhões de litros de Skol, Brahma e afins que a cervejaria fabrica por ano no Brasil. Mas a entrada da gigante deve mudar a dinâmica do mercado.

A Associação Brasileira das Microcervejarias estima que haja entre 300 e 350 produtores nacionais, que faturam, juntos, mais de 2 bilhões de reais e produzem mais de 200 milhões de litros por ano. A modinha chamou a atenção de marcas internacionais.

A incensada cervejaria belga Delirium abriu bares com sua marca no Rio de Janeiro e em São Paulo. A escocesa Brew Dog, fabricante de cervejas tão amargas quanto premiadas, abriu um bar em São Paulo. Somadas, as chamadas cervejas especiais, que custam três ou quatro vezes mais do que as tradicionais, respondem por apenas 1% do mercado brasileiro.

Mas em algumas redes de supermercados de São Paulo a fatia já é de 10%. “Cervejarias preocupadas apenas com a escala, e não com a qualidade, vão continuar a perder clientes para as novatas”, diz Juliano Mendes, fundador da cervejaria Eisenbahn, vendida em 2008 para a Schincariol, hoje pertencente à japonesa Brasil Kirin.

Embaixo de todo esse colarinho, a vida é dura. Ganhar dinheiro com cerveja especial no Brasil é especialmente difícil. O exemplo da cervejaria Bamberg, em Votorantim, no interior de São Paulo, ilustra o tamanho do desafio. Criada há nove anos, a Bamberg é uma das maiores cervejarias artesanais do país, com produção anual de 850 000 litros e faturamento estimado em 15 milhões de reais.

Fabrica 22 tipos de cerveja e recebeu 44 prêmios de qualidade de 2013 a 2014. Como não conta com isenções tributárias concedidas às grandes indústrias, a Bamberg paga cerca de 70% de seu faturamento em impostos. O malte e o lúpulo, importados da Alemanha, custam até 15 vezes mais do que a matéria-prima usada por cervejarias tradicionais — que usam malte nacional e adicionam outros cereais, como milho, nas receitas.

A distribuição fica restrita a meia dúzia de cidades. No fim das contas, a Bamberg lucra 90 centavos numa garrafa que custa 16 reais no varejo. A Ambev, a mais eficiente cervejaria do planeta, lucra 60 centavos numa garrafa vendida a 2,80. “Somos obrigados a cobrar mais do que gostaríamos”, diz o presidente, Alexandre Bamberg.

A experiência nos Estados Unidos mostrou à Ambev que assistir a distância à expansão das nanicas é arriscado. Por lá, a transformação do mercado começou há 30 anos. No fim da década de 80, os Estados Unidos tinham cerca de 300 fábricas de cerveja. Hoje são mais de 3 000.


A mais bem-sucedida é a Samuel Adams, de Boston, que domina cerca de 1% do mercado. Por lá, a AB Inbev, controladora da Ambev, chegou a comprar cervejarias artesanais nos últimos anos, como a Goose Island, de Chicago, mas nunca considerou o nicho uma prioridade.

O resultado é que, neste ano, as cervejas especiais somadas chegaram a 16% do mercado, ultrapassando a marca mais icônica da AB Inbev, a Budweiser. “Os grandes ignoraram esse mercado até que fosse tarde demais”, diz Trevor Stirling, analista da Sanford C. Bernstein. “Parecem ter aprendido a lição.”

A Medida Provisória no 656, prevista para ser votada em 2015, pode desonerar de 10% a 20% do faturamento das pequenas cervejarias. Mesmo assim, analistas do setor preveem que a Ambev e as outras grandes — Brasil Kirin, Petrópolis e Heineken — terão mais chance de dominar o mercado de cervejas especiais e de fazê-lo dobrar em até cinco anos.

A Brasil Kirin tem a vantagem de ter marcas conhecidas, como Eisenbahn e Baden Baden, compradas em 2008. Expandi-las é prioridade em 2015. Dentro de sua sede, em Itu, no interior de São Paulo, a Brasil Kirin construiu uma microcervejaria só para produzir as duas marcas.

A Petrópolis, terceira maior do mercado, fechou neste ano uma parceria com a inglesa SAB Miller para vender no Brasil marcas cultuadas na Europa, como a checa Pils­ner Urquell e a holandesa Grolsch. A Ambev também vai reforçar a distribuição de marcas importadas renomadas, como a belga Leffe.

Para chegar a bares refinados, como o Empório Alto dos Pinheiros, a empresa distribui suas cervejas importadas em discretas vans brancas, e não naqueles caminhões espalhafatosos. Para conquistar esses novos consumidores, não basta apenas tirar o milho da cerveja. Quanto mais artesanal parecer, melhor.

Ouça a Rádio Cultura Votorantim