domingo, 29 de maio de 2016

Empresário Gui Moron comenta expectativas da 101ª Festa Junina Votorantim

Jornal da Zona Norte
Z Norte


Cavaleiros desfilam hoje em homenagem à Semana do Tropeiro

Jornal Cruzeiro do Sul
Regina Helena Santos



O gtupo que veio de Itararé chegou ontem a Sorocaba depois de 11 dias de viagem - ERICK PINHEIRO

Para marcar o encerramento da 49ª Semana do Tropeiro, um grupo de cavaleiros realiza um desfile pelas ruas da cidade na manhã de hoje, a partir das 9h. Ontem foi a vez da comitiva da 11ª Tropeada Itararé-Sorocaba chegar à cidade depois de 11 dias de viagem e mais de 400 quilômetros percorridos. O grupo formado por cerca de 40 cavaleiros chegou no sábado em Votorantim e na manhã de ontem saiu cedo ontem com destino ao Largo do Divino, em Sorocaba. Eles chegaram ao local às 10h15 e foram recepcionados pelo prefeito Antonio Carlos Pannunzio e pelo vigário padre João Dias, da paróquia do Divino Espírito Santo -- que fez a leitura de um trecho da bíblia e ungiu os cavaleiros e seus animais com água benta. "Essa é uma comitiva respeitável e respeitadora que resgata a nossa tradição", falou o prefeito. 

O cavaleiro Fernando de Goes, de 63 anos, comemorava mais um ano de tropeada, já que ele participa da viagem há uma década. Junto da mula Palmeira, o morador de São Miguel Arcanjo contou que desta vez a caminhada não foi fácil em razão das chuvas enfrentadas pela tropa quando passaram pelas regiões de Taquarivaí e Capão Bonito. "Essa foi a parte difícil, mas eu gosto muito. Contam, na minha família, que meus antepassados eram tropeiros. Enquanto eu puder, farei essa viagem", falou.

Logo atrás vinha Benedito José Pereira, de 56 anos, montado no burro Castanho. Membro da Associação Tropeira de Pilar do Sul, onde mora, ele preparou por lá uma parada com infraestrutura para receber a tropa vinda de Itararé e, depois, seguiu viagem com o grupo até Sorocaba. "Meu avô era tropeiro e hoje luto para passar essa tradição para meus filhos. A viagem não é fácil, principalmente por causa do frio, mas o companheirismo ajuda a passar por isso."


Itinerário hoje


Para o desfile de hoje, a comitiva se reunirá às 8h, no Parque das Águas, no Jardim Abaeté, de onde sairá às 9h, passando pela avenida Dom Aguirre e rua Padre Madureira, até chegar à avenida São Paulo, por volta das 11h, quando os homens serão novamente abençoados durante a passagem pelo Monumento ao Tropeiro, em frente à Santa Casa de Misericórdia. Na sequência, o grupo seguirá pelas ruas Souza Pereira, Álvaro Soares, Francisco Scarpa, avenida Afonso Vergueiro, ruas Coronel Pedro Dias de Campos e Bento Manoel Ribeiro, avenida General Carneiro, ruas Dr. Luiz Mendes de Almeida e Giácomo Zorzi, estradas Luiz Fernando Andrade Pannunzio e Heitor Cury, com encerramento no Rancho do Cordeiro.

Divergências sobre Minha Casa, Minha Vida deixam os municípios apreensivos

Jornal Cruzeiro do Sul
Anderson Oliveira

Carandá é um dos empreendimentos que devem ser entregues ainda neste ano - EMIDIO MARQUES / ARQUIVO

Os desentendimentos entre o novo ministro das Cidades, Bruno Araújo, e o presidente interino Michel Temer (PMDB), sobre a continuidade ou não da nova fase do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) geraram preocupações em Sorocaba e outros municípios da região metropolitana. A estimativa é de que 2 milhões de imóveis sejam contratados até 2018 no país e estas cidades pretendem ter parte da demanda habitacional atendida. Apenas Sorocaba, Itu, Itapetininga e Votorantim esperam construir, juntas, quase 8.600 moradias pelo MCMV. Em Sorocaba, 5.600 moradias podem ser entregues neste ano.

De acordo com Francisco Carlos Rodrigues da Silva, oficial administrativo da Secretaria da Habitação (Sehab) de Sorocaba, devem ser entregues neste ano 5.600 moradias. As habitações fazem parte dos residenciais Altos do Ipanema e Carandá, cuja entrega depende de decisão do governo federal. Apesar dos novos imóveis, o déficit habitacional para famílias com renda de até R$ 1.800 -- o faixa 1 -- ainda será de 7.000 moradias.

"Gostaríamos que o governo federal liberasse mais recursos para a construção, principalmente para o faixa 1, para essa população mais carente", afirma Francisco. Segundo ele, no entanto, o empreendimento que está em estudo é destinado ao faixa 2, ou seja, para pessoas com renda superior a R$ 1.800. "Que também depende do governo federal", ressalta. O oficial da Sehab conta que, neste caso, a construtora precisa encontrar uma área e os imóveis não devem custar mais do que R$ 100 mil.

"Os munícipes têm benefícios, como os subsídios de até R$ 17 mil, e pagariam uma média de R$ 500 a R$ 600 mensais", diz Francisco. A Prefeitura de Sorocaba, de acordo com ele, já teve um projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal que desonera a construção do empreendimento. Agora, a execução depende das construtoras e da esfera federal. A expectativa é de que o novo ministro, Bruno Araújo, não recue da contratação da terceira fase do MCMV. Francisco também espera que a nova administração federal entregue os empreendimentos Carandá e Altos do Ipanema, cuja Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) será entregue até agosto e poderá ser destinada aos moradores contemplados.


Região


Em duas das maiores cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), outras 4.600 moradias aguardam aprovação do governo federal. No caso de Votorantim, a prefeitura aguarda novos empreendimentos populares para as faixas 1 e meio e 2, que somam cerca de 3.000 unidades habitacionais que estão em fase de elaboração de projeto. "A expectativa é que sejam retomados os programas habitacionais com o direcionamento de recursos para os municípios", informa a administração do município, a respeito da condução do ministério sob o comando de Bruno Araújo. Em Itu, o Executivo também espera ser beneficiado pelo novo pacote de contratação do programa MCMV. Segundo a prefeitura daquela cidade, são dois os empreendimentos que devem ser construídos. Um deles, é o Itu G, localizado no Cidade Nova, que contempla 600 moradias. O empreendimento se encontra no Ministério das Cidades, com toda a documentação em ordem, informa administração, "aguardando somente a assinatura do contrato entre a Caixa Econômica Federal e o Ministério das Cidades".

A Prefeitura espera construir ainda o Itu H, que terá 1.000 unidades. Neste caso, é preciso aguardar a aprovação na Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e no Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais do Estado de São Paulo (Graprohab).

Terceira maior cidade da RMS, Itapetininga pode ter liberados pelo Ministério das Cidades recursos para três empreendimentos. Juntos, eles somam 473 unidades. "Sabemos da atual situação do país, porém acreditamos que aos poucos o Brasil retomará o crescimento e os investimentos", avalia a Prefeitura.

sábado, 28 de maio de 2016

Votorantim: IPEM-SP realiza plantão de taxímetro na 2ª (30)

 

As verificações são voltadas especificamente àqueles que precisam validar o instrumento após mudança de veículo, troca ou reparo

 

Os taxistas de Votorantim já podem consultar no site do IPEM-SP (www.ipem.sp.gov.br) as datas dos plantões de taxímetro. A próxima ação no município acontece na segunda-feira, 30 de maio, a partir das 9h, sendo o ponto de partida na Alameda Espanha, próximo ao Condomínio Alphaville, no Bairro Alphaville Nova.

 

No caso dos plantões de regularização de taxímetro, somente os taxistas que precisam validar o instrumento após mudança de veículo, troca ou reparo do equipamento devem comparecer. O IPEM-SP também realiza, periodicamente, a verificação anual – ação de participação obrigatória a todas as categorias de táxi.

 

Os taxistas autuados por trafegar com o taxímetro irregular têm dez dias para apresentar defesa ao órgão. As multas podem variar de R$ 500 a R$ 5.000 mil, dobrando na reincidência.

 

Para agendar o atendimento é necessário acessar o site do IPEM-SP até dois dias antes do serviço e emitir a GRU (Guia de Recolhimento da União) para o pagamento da taxa de verificação. Sem o agendamento online e a taxa quitada, o atendimento não é realizado.

 

Na data da verificação, o taxista ou responsável pelo veículo deve apresentar os seguintes documentos:

 

- alvará de estacionamento fornecido pela prefeitura;

- certificado de propriedade do veículo;

- certificado de verificação do IPEM-SP, referente ao último exercício;

- GRU quitada;

- comprovante de endereço;

- guia de serviço fornecida por oficina credenciada pelo IPEM-SP

 

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3221-7995 ou pessoalmente na Sede da Delegacia de Ação Regional do IPEM-SP em Sorocaba, na Avenida Américo de Carvalho, nº 58, no Jardim Europa, em Sorocaba.

 

Fique de olho

 

Para identificar se o taxímetro foi verificado pelo IPEM-SP, o consumidor deve observar a existência do lacre amarelo, que impede o acesso à regulagem do aparelho, e do selo do Inmetro com a frase "verificado até 2017". Caso o lacre esteja rompido, o consumidor não deve aceitar a corrida, pois o aparelho pode apresentar medição incorreta. Em alguns casos poderão ser encontrados com a etiqueta "verificado até 2016", pois, o instrumento pode ser que ainda não tenha sido verificado, devido ao cronograma conforme o alvará.

 

O valor da bandeira é estabelecido pela prefeitura de cada município, mas é importante estar atento ao horário em que as bandeiras 'um' e 'dois' podem ser utilizadas, para não pagar mais caro pela corrida.

 

O consumidor que notar irregularidades ou tiver dúvidas pode fazer a denúncia na Ouvidoria do IPEM-SP pelo telefone 0800 013 05 22 ou pelo e-mail ouvidoria@ipem.sp.gov.br.

 

IPEM-SP

 

O IPEM-SP é uma autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo e órgão delegado do Inmetro. Com uma equipe de fiscalização formada por especialistas e técnicos, realiza, em todo o Estado de São Paulo, operações de fiscalizações rotineiras em balanças, bombas de combustíveis, medidores de pressão arterial, taxímetros, radares, capacetes de motociclistas, preservativos, cadeiras de carros para crianças, peças de roupa, cama, mesa e banho, botijões de gás, entre outros materiais. É seu papel também garantir que o consumidor leve para casa a quantidade exata de produto pela qual pagou. Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou enviar e-mail para ouvidoria@ipem.sp.gov.br.

 

 

Assessoria de Imprensa do IPEM-SP


Eleita rainha da 101ª Festa Junina de Votorantim

Diário de Sorocaba


Pannunzio Recepciona Tropeiros para Primeira Bênção


O Prefeito Antonio Carlos Pannunzio recepcionou, na manhã deste sábado (28), no Largo do Divino, o grupo de cavaleiros que saiu de Votorantim, rumo a Sorocaba, para o tradicional desfile de tropeiros. O feito aconteceu em comemoração a Semana do Tropeiro, promovida pela Secretaria de Cultura (SECULT).

O trajeto entre as cidades vizinhas foi percorrido depois de serem cumpridos 400 quilômetros de estrada, em 11 dias, reconstituindo a Rota Sul do Caminho das Tropas.

Na chegada, Pannunzio falou aos participantes sobre a importância do movimento. Na sequência, foi dada a primeira bênção ao grupo, feita pelo Padre João, da Paróquia Divino Espírito Santo.

Deixando a praça, a tropa seguiu pelas ruas Luiz Mendes de Almeida e Giácomo Zorzi, Estradas Luiz Fernando Andrade Pannunzio e Heitor Cury, com destino ao Rancho do Cordeiro, no bairro Chácaras Reunidas São Jorge, onde farão o pernoite.

Neste domingo (29), uma comitiva formada por centenas de cavaleiros se agrupará às 8h, no Parque das Águas, partindo para a Avenida Dom Aguirre e Rua Padre Madureira, até chegar à Avenida São Paulo, perto das 11h, quando serão novamente abençoados ao passar pelo Monumento ao Tropeiro, em frente à Santa Casa de Misericórdia.

 O encerramento da festividade acontecerá também no Rancho do Cordeiro. Antes, a comitiva vai desfilar por vias como a Souza Pereira, Álvaro Soares, Francisco Scarpa, Afonso Vergueiro, Bento Manoel Ribeiro e General Carneiro.

A Semana do Tropeiro tem o objetivo de aproximar a comunidade local a essa cultura, preservando a memória do povo sobre o Ciclo do Tropeirismo, que contribuiu com o desenvolvimento de diversas regiões do Brasil.


Secom Sorocaba
Fotos: Osmir Antonio da Silva


Bentinho perde do União Barbarense com gol nos acréscimos, pelo Paulista Sub-20

Jornal Cruzeiro do Sul


Erick Pinheiro

O São Bento não conseguiu "engatar a segunda" no Campeonato Paulista Sub-20. Jogando nesta sexta-feira (27) à tarde no Estádio Municipal Walter Ribeiro (CIC), o Bentinho perdeu por 1 a 0 para o União Barbarense, que ainda não havia conseguido pontuar na competição. O time sorocabano, representado pelos garotos do Centro de Formação de Atletas Ki-Gol, de Votorantim, tinha conquistado sua primeira vitória na rodada anterior, ao derrotar o Paulista, em Jundiaí, por 3 a 1, criando a expectativa de que poderia embalar

O gol da vitória do time barbarense foi marcado pelo meia Anderson, já nos acréscimos do segundo tempo, em rápido contra-ataque, aproveitando-se de que todo o Bentinho estava em busca do gol quando perdeu a bola. Com o resultado, o São Bento continua com quatro pontos, agora com 4 jogos disputados, enquanto o Leão da Treze somou seus primeiros três pontos.

Já o Atlético Sorocaba joga nesta sábado (28), às 15h, no Estádio Décio Vitta, em Americana, diante do Rio Branco. Agora formado por garotos atleticanos sob orientação da comissão técnica do Audax, o time vem de goleada para a Macaca, no último final de semana, por 7 a 1.

Sub-15 e 17

Nesta sexta-feira também foi dia de compromissos em campo para os garotos dos quadros sub-15 e sub-17 do São Bento, pelo Campeonato Paulista das duas categorias. Derrotadas pelo São Paulo no último final de semana, as equipes têm o Grêmio Barueri pela frente, a partir das 9h, no Estádio da Vila Porto, em Barueri. O sub-15 está em quinto lugar no Grupo 2, com seis pontos. Já o Sub-17 é o terceiro colocado, com 10. O Ituano encara o Elosport em Capão Bonito, e o Desportivo Brasil tem pela frente o Primavera em Indaiatuba.

Chegada da tropa e desfile encerram a programação

Jornal Cruzeiro do Sul



Cavaaleiros chegam à cidade depois de percorrerem 400 quilômetros - ERICK PINHEIRO

Os cavaleiros da 11ª Tropeada Itararé-Sorocaba chegaram à cidade na manhã deste sábado (28), depois de 11 dias de cavalgada e cerca de 400 quilômetros percorridos. A tropa saiu de Votorantim e chegou por volta das 10h no Largo do Divino. Já amanhã, a partir das 9h, acontece o tradicional desfile de tropas pelas ruas de Sorocaba, percorrendo o antigo Caminho das Tropas. As atividades encerram a 49ª Semana do Tropeiro.

De Votorantim a Sorocaba os cavaleiros fizeram um trajeto que inclui a passagem pelas avenidas Cláudio Nascimento Filho e Adolfo Massaglia, rodovia João Leme dos Santos, avenida Armando Pannunzio e rua Capitão Pedro Tavares. Ao chegar ao Largo do Divino, no Jardim São Paulo, o grupo receberá uma bênção. Em seguida, o itinerário continua pelas ruas Luiz Mendes de Almeida e Giácomo Zorzi, estradas Luiz Fernando Andrade Pannunzio e Heitor Cury, até o Rancho do Cordeiro, localizado na rua João Maria de Camargo, no bairro Chácaras Reunidas São Jorge.

Na manhã de domingo, a comitiva se reunirá às 8h, no Parque das Águas, no Jardim Abaeté, de onde sairá para o desfile às 9h, passando pela avenida Dom Aguirre e rua Padre Madureira, até chegar à avenida São Paulo, por volta das 11h, quando os homens serão novamente abençoados durante a passagem pelo Monumento ao Tropeiro, em frente à Santa Casa de Misericórdia. Na sequência, o grupo seguirá pelas ruas Souza Pereira, Álvaro Soares, Francisco Scarpa, avenida Afonso Vergueiro, ruas Coronel Pedro Dias de Campos e Bento Manoel Ribeiro, avenida General Carneiro, ruas Dr. Luiz Mendes de Almeida e Giácomo Zorzi, estradas Luiz Fernando Andrade Pannunzio e Heitor Cury, com encerramento no Rancho do Cordeiro. (Da Redação)

Águas de Votorantim inicia ampliação da capacidade da ETE Votocel

Diário de Sorocaba


Dança na Pedreira recebe o Ballet Stagium

Diário de Sorocaba


Cavaleiros tomam as ruas da Cidade no Desfile do Tropeiro

Diário de Sorocaba


Sem avanço nas negociações, ônibus podem voltar a parar

Diário de Sorocaba


Domingo é dia de teatro - O mágico de Oz encerra temporada

Jornal Cruzeiro do Sul


Sindicato aguarda audiência de conciliação para decidir greve

Jornal Cruzeiro do Sul


sexta-feira, 27 de maio de 2016

Greve de ônibus em Sorocaba e Votorantim continua suspensa

Do G1 Sorocaba e Jundiaí
27/05/2016 18h28 - Atualizado em 27/05/2016 18h35

Neste sábado (28) e domingo (29) veículos vão circular normalmente.
Uma audiência no TRT de Campinas está agendada para chegar a acordo.


Motoristas se reuniram em frente a garagem da
STU nesta quarta-feira (Foto: Gualberto Vita/G1)

A greve dos motoristas de ônibus de Sorocaba (SP) e Votorantim (SP) continua suspensa até segunda-feira (30), quando será realizada uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho em Campinas (SP) para tentar chegar a um acordo com relação ao reajuste salarial.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Sorocaba e Região, neste sábado (28) e domingo (29), os ônibus vão circular normalmente.

Durante a manhã de quarta-feira (25), as pessoas sofriam com o reflexo da paralisação que começou na noite de terça-feira (24). "Eu andei oito quilômetros a pé. Porque o horário que eu saí, às 6h, não tinha o ônibus. É justo? Não é justo", lamenta a técnica em enfermagem Anésia Messias.

As reivindicações da categoria são: correção salarial segundo a inflação que fechou em 9,955% mais aumento real de 6%; aumento no tíquete-refeição/diária para R$ 23, atualmente esse benefício está em R$ 19; aumento na participação nos lucros e resultados (PLR) para o valor de um piso salarial da categoria, atualmente a PLR é de R$ 1.300; contratação de agentes de bordo em quantidade que igual ao número de motoristas; e manutenção de todos os direitos já conquistados em campanhas salariais passadas como cesta básica, plano de saúde, seguro de vida, PTS (prêmio por tempo de serviço), entre outros.

Ainda conforme o sindicato, os trabalhadores estão em estado de greve desde o dia 18 de maio, quando a categoria rejeitou, em assembleia, a proposta patronal, sendo 4,84% em maio e mais 3,08% a partir de novembro, um total de 8,06%.

Transporte na região
O sindicato afirma que não haverá paralisação no transporte intermunicipal entre Sorocaba e os municípios de São Roque (SP), Alumínio (SP), Mairinque (SP), Itu (SP), Araçoiaba da Serra (SP), Salto de Pirapora (SP) e São Miguel Arcanjo (SP), e no setor de fretamento.



Terminal de ônibus amanheceu fechado em Votorantim (Foto: Jorge Silva/Gazeta de Votorantim)

Prefeitura entrega ampliação de Creche no Parque Bela Vista

A Prefeitura de Votorantim, através da Secretaria de Educação entrega, na segunda-feira, (30) as 07h30, a ampliação da CMEI "Fernanda Rosa Bueno", no Jardim Maria José, região do Parque Bela Vista. A escola teve ampliadas 4 salas de, aumento de 50 alunos no Berçário e Maternal, ampliação do quadro de funcionários e professores, além da adequação de outros espaços, almoxarifado e salão multi uso.

A entrega faz parte dos trabalhos de ampliação, revitalização e manutenção das unidades de ensino municipais que estão sendo realizados desde 2013. Já foram 19 unidades ampliadas e reformadas com 52 prédios passando por manutenção completa.

Secom Votorantim

Trabalhadores do transporte urbano de Sorocaba e de Votorantim continuam em estado de greve


Sindicato flexibilizou reivindicações com o objetivo de chegar a um acordo, mas empresas recusaram novamente a proposta construída na mesa de negociação


O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, em negociação com a bancada patronal do setor urbano de Sorocaba e de Votorantim reiniciada na tarde da última quarta-feira (25), flexibilizou as reivindicações da categoria com o objetivo de chegar a um acordo que atendesse ambas as partes e finalizasse a campanha salarial desse setor. No entanto, as empresas STU (Sorocaba Transporte Urbano) e Consor (Consórcio Sorocaba), concessionárias do transporte coletivo no município de Sorocaba, e Grupo São João, operadora do transporte coletivo em Votorantim, na manhã de hoje (27), rejeitaram mais uma vez a proposta construída na mesa de negociação.

Diante do impasse, os trabalhadores e as trabalhadoras em transporte urbano de Sorocaba e de Votorantim, reunidos em assembleia nesta sexta-feira, às 10h, na sede do Sindicato em Sorocaba, aprovaram, por unanimidade, a continuidade do ESTADO DE GREVE e o indicativo de início de paralisação após o meio-dia da segunda-feira (30). Nessa data será realizada, às 10h, uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, em Campinas. Mais de 450 trabalhadores/as participaram da assembleia.

Na assembleia, o presidente do Sindicato dos Rodoviários Paulo João Estausia ponderou que o posicionamento das empresas é de quem não quer chegar a um acordo, que transparece o objetivo das empresas em levar a discussão aos tribunais para, dessa forma, imprimir uma derrota à categoria.

“Nós voltamos à mesa de negociação com o objetivo de chegar a um acordo. Para isso, flexibilizamos as reivindicações que a categoria aprovou. Na discussão as empresas deixaram entender que o problema era a contratação de mais agentes de bordo, nós retiramos essa pauta da mesa. Daí as empresas colocaram outro item como impasse para se chegar ao acordo. Ponderamos e flexibilizamos mais esse ponto. As empresas colocaram outro impasse. Ou seja, está evidente que as empresas não querem construir um acordo”, explica o presidente Paulinho.

“A imprensa faz inúmeras críticas ao sindicato e aos trabalhadores porque a greve prejudica a população, mas quem está agindo sem responsabilidade são as empresas e há uma omissão do poder público. Espero que os órgãos de imprensa deixem isso bem claro para a população”, completa Paulinho.

Na terça-feira (24), as empresas já tiveram a mesma atitude de avançar no acordo e ao final da negociação retirar o que tinha sido construído. Na ocasião, os representantes da STU e Consor apresentam proposta de 9,5% de reajuste salarial repassado aos trabalhadores em duas vezes, PLR de R$ 1.600,00 e tíquete-refeição de R$ 21,00 também em duas vezes.

Retrocessos não

O diretor financeiro do Sindicato, Adalberto de Souza Carvalho, Dadá, afirmou que a categoria não irá aceitar retrocesso salarial. “Não somos esses sindicatos que têm rabo preso com o patrão e aceitam reajuste salarial abaixo da inflação. Nós não ficarem de joelhos. Nós iremos lutar até o fim pelo que avaliamos ser justo ao trabalhador e à família do trabalhador.”

O vice-presidente afastado do Sindicato, Francisco França, falou que a implantação do BRT em Sorocaba pode quebrar o sistema de transporte e lembrou que o valor da passagem licitada é de R$ 4,50, um valor muito alto para a população.

“Por causa de uma ação de marketing na campanha eleitoral, o poder público de Sorocaba quer implementar o BRT. Isso irá quebrar o sistema de transporte. O custo do BRT é muito alto e os problemas do sistema atual poderiam ser resolvidos com outras ações menos onerosas aos cofres públicos e à população. O valor da passagem licitada é de R$ 4,50! Quem irá conseguir pagar isso? Quanto a mais a prefeitura terá que repassar ao sistema? Volto a afirmar, o BRT pode quebrar o sistema de transporte urbano em Sorocaba”, enfatiza França.

Aberto ao diálogo

O Sindicato dos Rodoviários permanece aberto ao diálogo com as empresas com o objetivo de chegar a um acordo justo para a categoria. Uma nova assembleia na sede do Sindicato em Sorocaba será realizada às 18h.

A data-base da categoria é 1º de maio. O Sindicato representa aproximadamente dois mil trabalhadores no setor urbano de Sorocaba e de Votorantim. Os trabalhadores estão em estado de greve desde o dia 18 de maio, quando a categoria rejeitou, por unanimidade, a proposta patronal de reajuste salarial abaixo da inflação, sendo 4,84% em maio e mais 3,08% a partir de novembro, um total de 8,06%, aumento na PLR de R$ 1.400,00 e no tíquete-refeição de R$ 20,00.

 Assessoria de imprensa
Sindicato dos Rodoviários



Continua a venda antecipada de ingressos ao parque de diversões

A Comas (Comissão Municipal de Assistência Social) retoma nesta sexta-feira (27), pós-feriado de Corpus Christi, a venda antecipada de ingressos, com desconto, ao parque de diversões da 101ª Festa Junina de Votorantim.
A cartela com dez ingressos custa R$ 45, o que representa um desconto de 25% sobre o valor unitário de cada brinquedo que será vendido, durante o evento, por R$ 6. Em cada cartela há ainda um cupom que dá direito a participar do Concurso Cultural Responda e Concorra. O prêmio é um automóvel zero-quilômetro. Servidores municipais, aposentados e pensionistas da Prefeitura de Votorantim podem adquirir as cartelas com desconto em folha de pagamento em julho e, a partir da segunda cartela, o parcelamento pode ser feito em duas vezes. A Comas fica na avenida Moacir Oséias Guitte, 51, e atenderá, para a venda das cartelas, segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30.

Dança na Pedreira segue com agenda neste final de semana

Jornal Cruzeiro do Sul


Tênis de mesa garante medalhas a Votorantim

Jornal Cruzeiro do Sul


Trabalhadores decidem hoje sobre a continuidade da greve

Jornal Cruzeiro do Sul


Um dia na história

Jornal Cruzeiro do Sul


Ouça a Rádio Cultura Votorantim